Afrofest 2021: Evento está confirmado e começa no sábado

Geral


5/5/2021 - A Ong Umont (União do Movimento Negro com Todos), numa parceria com a Secretaria de Economia Criativa do Estado de São Paulo, realizará entre os dias 8 a 30 de maio mais uma edição do Afrofest. O evento será inteiramente realizado pela internet, apresentando lives com músicas, danças, oficinas, capoeira, bate-papos, homenagens e o concurso regional Miss e Mister “Beleza Negra”.
A transmissão será realizada pelo canal do You Tube: YouTube.com/Afro fest. As inscrições e programação podem ser acessadas no site: afrofest.com.br.

Programação

No sábado, dia 8, às 15 horas, será apresentado um bate-papo com Júlio Muhongo, que tratará sobre a influência colonial na cultura dos países falantes da língua portuguesa. A partir das 20 horas, serão transmitidos os shows de abertura oficial do evento.
No dia 9, domingo, a partir das 16 horas, show especial em comemoração ao Dia das Mães, apresentado pelo projeto “Roda de Pagode 90”, com participação dos músicos “Bebeto Simpatia” e Renan do Cavaco.

Entre os dias 10 e 14 de maio o evento apresentará o ciclo de estudos e palestras “A História da África”, ministrado pelo professor Edilson Marques. Na segunda-feira, dia 10, o professor tratará sobre a história do surgimento do homem no continente africano e a primeira civilização no continente africano: O Egito. Na terça, dia 11, O império da Etiópia na África; quarta, dia 12, Os povos de origem Bantu; na quinta, dia 13, O período de ouro da África e o Reino de Gana; e na sexta, dia 14, O contato entre África e Europa – O período de desconstrução e diáspora africana.
No dia 15, sábado, a partir das 16 horas, tem show com a cantora Jô Moura, que apresentará as melhores canções do samba, MPB, R&B e Blues.
No dia 16, domingo, às 16 horas, tem a oficina AfroDance - AfroExpresso com o angolano que reside na cidade de Bauru, Aylton Alfredo.

No dia 17, segunda, às 20 horas, palestra com o jornalista da cidade de Bauru Juarez Tadeu de Paula Xavier, que tratará sobre o tema Racismo Sistêmico e a Luta Antirracista.
No dia 18, terça, às 20 horas, palestra com Ivonete Alves, doutoranda pela Faculdade de Educação da Unicamp, que tratará sobre a Saúde Mental da População Negra.
No dia 19, quarta, às 20 horas, palestra e oficina “África e Africanidades no contexto da pandemia”, com Ivonete Alves.

No dia 20, quinta, às 20 horas, palestra “Contação de Histórias Olódùmarè, Obàtálá, Ècù e Você. E agora?”, com o professor doutor Carlos Henrique Ò) nà Veloso, da cidade do Rio de Janeiro.
No dia 21, sexta, às 19 horas, oficina e apresentação de dança e cultura afro brasileira, com mestre Enoque dos Santos, que é bailarino e coreógrafo na cidade de São Paulo.
No dia 22, sábado, às 20 horas, a programação contará com a presença da cultura negra da cidade de Marília.
No dia 23, domingo, às 16 horas, programação com a cultura negra da cidade de Adamantina.  
No dia 24, segunda, às 20 horas, acontece um bate-papo com Jéssica Machado, bacharel em ciências sociais pela Unesp de Marília, que tratará sobre a “Trajetória do Movimento Negro à Mulheres Negras Youtubers”.

No dia 25, terça, às 20 horas, oficina de confecção de bonecas Abayomi, com Marlene da Silva,  que apresentará a importância histórica e cultural das bonecas, perpassando por aspectos culturais da história e cultura negra e sua influência na cultura brasileira, bem como valorizando a diversidade e o respeito pela mesma.
No dia 26, quarta, às 19 horas, oficina sobre a confecção de berimbau artesanal e, às 20 horas, um bate-papo com apresentação do encontro Casa do Capoeira, com o professor Diego “Zoio”, da cidade de Tupã, com o mestre Guerreiro, da cidade de Osvaldo Cruz.
No dia 27, quinta, às 20 horas,  mesa redonda com o tema: “Desafios Quilombolas na Contemporaneidade, com principal enfoque na educação” que será apresentado pelo professor dr. Nelson Russo de Moraes, mestre Waldirene dos Santos Castro e Jardilene Gualberto.
No dia 28, sexta, às 18 horas, apresentação de Hip Hop, mensagens e poesias; às 19 horas, moda, modelo, tranças e afronegócios; e às 20 horas, espetáculo de dança afro.
No dia 29, sábado, às 16 horas, bate-papo com Jesus dos Santos, sobre o pacote de leis antiracista e emenda Ismael Ivo; e discotecagem Afrosom - A Música Preta em Bits.
Finalizando a programação, no dia 30, domingo, a partir das 18 horas, acontecem as homenagens a personalidades negras de Tupã, eleição virtual da miss e mister “Beleza Negra”.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade