Balança comercial: Tupã exportou US$ 46,82 milhões nos primeiros seis meses deste ano

Economia


15/7/2020 - No primeiro semestre deste ano as exportações realizadas pelo município de Tupã apresentaram alta de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado. A alta nas importações foi ainda maior, com incremento da ordem de 52,4%, no mesmo período pesquisado.
Segundo dados do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o município de Tupã vendeu ao exterior, entre os meses de janeiro a junho deste ano, US$ 46,82 milhões. As compras foram de US$ 2,1 milhões. O município encerrou o primeiro semestre deste ano com superávit de US$ 44,71 milhões.

Produtos
exportados
Os principais produtos exportados pelo município, no primeiro semestre deste ano, foram o amendoim com US$ 43,8 milhões, aumento de 35,3% (+ US$ 11,4 milhões) e participação de 94% nas vendas realizadas pelo município no período analisado.
A exportação de carnes de animais da espécie suína, frescas, refrigeradas ou congeladas foi de US$ 879 mil, com participação de 1,9%.
Já a exportação de frutas e outras partes comestíveis de plantas, preparadas ou conservadas, somou a quantia de US$ 772 mil, com redução de 43,4%        (-US$ 592 mil) e participação de 1,6% nas vendas; tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de amendoim, US$ 708 mil, com redução de 44,9% (-US$ 577 mil) e participação de 1,5%; e óleo de amendoim, US$ 210 mil, redução de 39,5% (- US$ 137 mil) e participação de 0,45%.

Produtos
importados

Os principais produtos importados pelo município, no período analisado, foram o amendoim, com US$ 1,53 milhão, aumento de 114,6% (+US$ 818 mil) e participação de 73%; fibras ópticas e feixes de fibras ópticas, US$ 176 mil (inalterado em um mês), aumento de 78,9% (+US$ 77,6 mil) e participação de 8,3%; partes e acessórios dos veículos automóveis, US$ 73,8 mil (inalterado em dois meses), aumento de 19,1% (+US$ 11,8 mil) e participação de 3,5%; compostos de outras funções azotadas (nitrogenadas), US$ 67,1 mil (inalterado em dois meses) e participação de 3,2%; e ésteres de outros ácidos inorgânicos de não-metais, US$ 64,3 mil (inalterado em dois meses) aumento de 25,9% (+ US$ 22 mil) e participação de 3%.

Países/exportação
Os principais países que compraram os produtos tupãenses no primeiro semestre do ano foram a Rússia, com US$ 13,7 milhões, aumento de 15,9% (+ US$ 1,88 milhão) e participação de 29%; Holanda, US$ 9,31 milhões, aumento de 65,8% (+ US$ 3,69 milhões) e participação de 20%; Ucrânia, US$ 3,76 milhões, aumento de 190,5% (+ US$ 2,47 milhões) e participação de 8%; Polônia, US$ 2,73 milhões, aumento de 77,5% (+US$ 5,8 milhões) e participação de 5,8%; e Espanha, com US$ 2,54 milhões, aumento de 62,9% (+ US$ 982 mil) e participação de 5,4%.

Países/importação
Os principais países que venderam seus produtos ao município de Tupã, no período analisado, foram: Paraguai, com a venda de US$ 1,53 milhão, aumento de 114,6% (+ US$ 818 mil) e participação de 73%; China, US$ 300 mil (inalterado em um mês), aumento de 8,6% (+US$ 23,7 mil) e participação de 14%; Estados Unidos, US$ 108 mil, redução de 55,2% (-US$ 133 mil) e participação de 5,1%; Japão, US$ 67,7 mil (inalterado em dois meses) e participação de 3,2%; e Taiwan, com a venda de US$ 52,5 mil (inalterado em dois meses), aumento de 100%      (+ US$ 26,3 mil) e participação de 2,5%.

Ranking

O município teve participação de 0,2% das exportações realizadas no Estado de São Paulo, ficando em 79º lugar no ranking de exportadores estaduais. O município teve 0,05% nas participações de exportações realizadas a nível nacional, ficando em 326º lugar no ranking. O município teve 0,008% na participação de importações realizadas no Estado de São Paulo, ficando em 178º lugar. E teve 0,003% nas importações realizadas a nível nacional e ficou no 700º lugar no ranking.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade