BUXIXO

Política


Campanha no trânsito
A seta continua sendo pouco usada em Tupã. Não se sabe ainda qual a razão disso, mas isso ocasiona muitos transtornos. Por isso, é importante todos os motoristas seguirem as regras do uso da seta e as demais.

Avulsos
Eles preferem ser definidos como “independentes”, mas a verdade é que estão cada vez mais “isolados”. A informação foi levantada através de um dossiê criptografado que o agente Zero-Zero-Meia enviou ao SMI, o sucateado Serviço Municipal de Informações.
De acordo com o relatório, alguns vereadores enfrentam grandes dificuldades para conseguir formar grupos, justamente pela antipatia que suas imagens despertam. No desespero, estão apelando para o poderio econômico, tentando comprar apoio que, mesmo assim, ainda se mostra insuficiente.
Aos que estão sendo  procurados , o agente Zero-Zero-Meia recomendou paciência. Isso porque o valor oferecido agora tende a dobrar no ano que vem, na medida em que as eleições se aproximarem.
Apesar da antipatia, ninguém deve subestimar o poderio econômico. Por isso, o melhor é tentar tirar vantagem.

‘Blocão’
A conhecida vidente Soraya Del Rey, que no momento domina as redes sociais, acertou mais uma. Como a mística senhora já havia antecipado, o vereador Osmídio "Galeão Cumbica" Castilho buscou abrigo nas trincheiras do “Grupão”, que já reunia os vereadores Alexandre  “Mister Bean”  Scombatti, Amauri “Uou, Uou, Ei, Ei”  Mortágua e Renan “Pokemon” Pontelli.
O que a bola de nióbio não revelou, foi outra adesão, esta conduzida de maneira muito mais discreta entre Charles  “Bertold Brecht”  dos Passos e o “Grupão”, que agora salta de três para cinco integrantes, se constituindo na bancada mais pesada da “Caixa Azul”.

Recado
E o recém composto G-5 já mandou avisar ao prefeito Caio “Shinkansen”  Aoqui que não vai ficar atrelado ao governo. Em nota espalhada por vários grupos clandestinos de Whatsapp, Facebook e Twiter, incluindo aquele que reúne os hackers de Tupã, conhecidos como “Anonymous Tupinniquinis”, os integrantes da “bancadona” deixaram clara sua posição de independência, afirmando, com veemência, que cada caso é um caso e que, para receber os votos da turma, vai ser necessário muito poder de convencimento por parte dos emissários da “Casa Branca”.

Puxada de tapete
Caiu como uma bomba a notícia de que outra ave está piando mais alto no ninho tucano em Tupã. Com o tirocínio que lhe é peculiar, o agente Zero-Zero-Zero, alcunha “Cegonhão”, achegou-se a antigos caciques para avaliar o tamanho do estrago. Descobriu que o clima geral é de descontentamento e de sede de vingança.
Segundo membros ligados ao alto escalão do tucanato, a puxada de tapete jamais será perdoada e todos os envolvidos no golpe serão perseguidos cruelmente. A ordem é afiar os bicos e partir para o ataque, mas sem descer do salto. Claro.

Por cima e por baixo
Ainda sobre a guerra de espadas no “ninho tucano”, o agente “Cegonhão” reportou que o contragolpe seria iniciado em duas frentes: por baixo, com o grupo que perdeu a coroa agindo em nível local para identificar e punir os envolvidos; e, por cima, com o deputado Cauê  “Filho do Vanderlei”  Macris, atuando para reconduzir ao comando os antigos caciques. Não vai sobrar pena sobre pena, garante quem acompanha de perto o desenrolar da novela pelo rádio.

Lugar de honra
Apesar do pouco tempo de atuação parlamentar, Luiz Carlos  “Amigo do Ratinho”  Motta vem construindo uma sólida relação de trabalhos direcionados a Tupã. Isso tem feito com que políticos de diversas legendas coloquem o deputado federal na sua lista de amigos mais importantes.
Evidentemente que isso inclui o prefeito Caio  “Wasabi”  Aoqui, que reservou lugar de honra para Luiz “Cafeeira Sapag” Motta nas comemorações do Dia da Cidade, tendo dispensado atenção especial ao parlamentar. A avaliação é a de que o trabalho trará duplo benefício: a conquista de um aliado forte em Brasília e pelo menos dois vereadores em Tupã.

Pesquisando
Todos os agentes do finado SMI foram designados em missão especial, para conseguir o nome do traidor tucano. Nenhum, porém, retornou até agora.

Investimento
Enquanto isso, na “Casa Branca”, ainda é grande a articulação pela aprovação do empréstimo junto à Caixa Federal. A medida não agrada a oposição, que vê nessa medida o fim do sonho de voltar a retomar o “Gabinete Esmeralda” no ano que vem. Alguns partidos estão se articulando para derrubar o projeto de Caio “Samurai” Aoqui, que por sua vez tem destacado emissários para explicar os benefícios da medida.

Perguntas que esperam respostas
- Quem está financiando o “exército de fakes” que voltou a circular pelo Facebook?
- Você já recebeu solicitação de amizade de algum desses “fakes”?
- Será que o empréstimo de R$ 18 milhões vai ser aprovado pelos vereadores? E será que, se for aprovado, ainda tem recursos para isso na Caixa Federal?
- Por que alguns partidos de esquerda estão encontrando dificuldades para uma articulação eficaz visando as eleições municipais do ano que vem?
- Por onde andam os ex-secretários do “governo verde”?
- Já foi feita a conta do valor que cada vereador terá que devolver para a “Caixa Azul”? A devolução será feita à vista ou em suaves prestações?

Frase da semana
“Se tem uma coisa que eu confio, é na minha desconfiança”.
(frase ouvida nos corredores da “Casa Branca”, sobre supostas alianças com vereadores)

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade