Dise faz apreensão de drogas e arma de fogo

Policial


A Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Tupã efetuou a apreensão de oito porções de maconha e um revólver calibre 38, que estavam no interior de uma casa localizada na região central da cidade.
O fato se deu durante o cumprimento de um mandado judicial de busca e apreensão domiciliar expedido pela Vara Criminal mediante representação formalizada pelo delegado Sandro Resina Simões.
A mulher de iniciais E.M.M., 36 anos, divorciada, professora, que não estava em casa quando a diligência foi executada, foi interrogada, indiciada e em seguida liberada.
A professora será processada por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, podendo ser condenada a pena de reclusão de até 30 anos, além da multa.     
A diligência está relacionada com as prisões em flagrante delito de J.C.M.N., 24 anos, casado, desempregado; E.R.S., 31 anos, solteiro, desempregado; e M.R.B.R., 49 anos, convivente, borracheiro, ocorridas na segunda-feira, no Jardim Santa Cecília, no Parque das Nações e na Vila Aviação, em Tupã.
Naquela oportunidade, já havia sido realizada a apreensão de tabletes de maconha, porções de cocaína, porções de crack, balança de precisão, material utilizado na preparação das drogas, a quantia de ///R$ 546,00 em dinheiro e telefones celulares.

Os acusados J.C.M.N., E.R.S. e M.R.B.R. permanecem recolhidos no Centro de Detenção Provisória de Caiuá, à disposição da Justiça Pública.      
O delegado Sandro Resina Simões destacou que todos os policiais civis lotados naquela delegacia especializada participaram da operação policial.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade