Doria e França vão disputar o 2º turno em SP

Política


Por Fabiana Cambricoli, Fabio Leite e Luiz Fernando Toledo
 
São Paulo (AE) - Os candidatos ao governo do Estado de São Paulo João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) disputarão a vaga no segundo turno. Doria ficou com 31,7% dos votos e França, 21,5%, com 99% das urnas apuradas até as 21h37.
França foi a grande surpresa do pleito. Ele já vinha mostrando uma trajetória de melhora nas pesquisas Ibope, mas estava atrás de Paulo Skaf (MDB), em terceiro lugar, até o último levantamento, no sábado. O emedebista terminou com 21,1% dos votos. 
Há 16 anos não se via um segundo turno no Estado. Na última vez em que isto ocorreu, o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) enfrentou o petista José Genoino. Em seguida, foram três vitórias tucanas consecutivas em primeiro turno, com José Serra (2006), e Alckmin (2010 e 2014). 
Embora Doria tenha passado para a segunda etapa do pleito em primeiro lugar, o número de votos alcançados por ele (6,3 milhões) foi o menor de um candidato tucano ao governo do Estado desde 1998, quando Mário Covas passou em segundo lugar, com 3,8 milhões de votos, contra Paulo Maluf. Nas quatro eleições estaduais seguintes, o postulante do PSDB sempre registrou entre 7,5 milhões de votos e 12,3 milhões, este último registrado por Serra na eleição de 2006.
A eleição deste ano em São Paulo bateu outra marca de 1998: foi a disputa mais apertada entre dois candidatos brigando por uma vaga no segundo turno desde o processo de redemocratização do País, em 1985.
Em 1998, Covas passou ao segundo turno com apenas 74,4 mil votos à frente de Marta Suplicy, então no PT, terceira colocada. No pleito deste ano, a diferença entre França e Skaf com 99% das urnas apuradas era de apenas 70,5 mil.
 
Mesmo antes de todas as urnas terem sido apuradas, França já comemorava o resultado parcial em seu Twitter. Ele publicou uma foto com a mulher e a frase “quem espera sempre alcança”. Durante toda a apuração, França ficou praticamente empatado com Skaf, mas virou no fim da apuração. A "boca de urna" divulgada pelo Ibope às 19h mostrava Skaf e França empatados, ambos com 21%. A disputa entre os dois seguiu voto a voto. 

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias