‘Faça Bonito’: Ações da campanha acontecem hoje no Instituto Federal

Geral


Desde o dia 18 de abril, a prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social e diversos segmentos do município, vêm promovendo a Campanha “Faça Bonito - Proteja nossas crianças e adolescentes”, que se estenderá até o dia 18 de maio.
A campanha objetiva conscientizar a população sobre a necessidade de garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e exploração sexual.
Dentro das atividades do “Faça Bonito”, hoje, dia 15, quarta-feira, ocorrerá, das 7h30 min às 11h30 min, no auditório do Instituto Federal, uma capacitação para os profissionais da rede sobre o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, com a professora doutora Elizabete Terezinha Silva Rosa, que possui mestrado e doutorado na área de Serviço Social.
A secretária municipal de Assistência Social, Leusia Flávia Pires Romano, destacou a importância da campanha. “Esta é uma campanha essencial na qual trabalhamos estimulando a proteção para nossas crianças e adolescentes”, ressaltou.
Leusia ainda explicou que o objetivo com a ação de hoje é oferecer oportunidade de conhecimento e troca de experiências aos profissionais, e também para que possam desenvolver um trabalho de qualidade nos atendimentos em situações tão delicadas como essas.
Vale ressaltar que o município tem todo o suporte para acompanhamentos relacionados ao assunto, como o Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), que trabalha diretamente com a violação de direitos; o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e o Conselho Tutelar.

Mobilização Nacional
A campanha “Faça Bonito” é uma conquista que marca a luta pelos direitos de crianças e adolescentes.
Anualmente, a campanha tem um dia nacional de mobilização, o dia 18 de maio. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o País e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.  O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.
A campanha já alcançou muitos municípios do País. A proposta é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Símbolo
A campanha tem como símbolo uma flor amarela, que faz referência a desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança.
Amanhã, quinta-feira, dia 16, das 19 às 22 horas, acontece a divulgação da campanha no “Quinta com Arte”. No sábado, dia 18, às 9 horas da manhã, acontece a passeata na Avenida Tamoios.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade