Lula vem aí... e a esquerda tupãense renasce

Política


 

Por Robinson Ricci

25/11/2021 - Ninguém terá “culhões” para confirmar, mas há rumores de que Lula, à época, não se abalou tanto assim com o golpe dado pela direita em Dilma, de cujas “pedaladas” fora posteriormente absolvida. Ou seja, golpe. Mas e daí?
Gostemos ou não de Lula, o homem superou o fator Dilma, o fator Aécio Neves, Moro e “cia” e já tem se articulado com diversos setores da política nacional, incluídos notórios membros do chamado Centrão (aquele bloco fisiológico que se move a passos de emendas). E, ao menos no momento, para desespero da extrema-direita, mantém-se na liderança na intenção de votos dos brasileiros conforme diversos institutos de pesquisa. Mas o que pegou bem foi o “tour” pela Europa. Por onde passou, Lula falou e foi tratado como estadista, coisa que o atual mandatário não tem interesse algum, não assume e nem se compromete. Ao contrário, a cada movimento, o atual presidente destrói nossa imagem lá fora, impactando negativamente a economia do País. Seria engraçado não fosse coisa séria: com a economia desabando, a Amazônia queimando, os direitos trabalhistas indo para o lixo e a desigualdade social, a concentração de renda e a miséria aumentando, o atual governo joga para... Lula.
Este cenário começa a empolgar progressistas, que há até bem pouco tempo andavam um tanto desnorteados, desorientados e até mesmo apáticos. Em Tupã, a vereadora Cristina Vicente (PCdoB), única representante da esquerda local eleita, move-se bem com suas proposições, indicações, na articulação com colegas da Casa e com Caio Aoqui, ainda que o senhor tempo venha, em algum momento, exigir-lhe alguns ajustes.
É Cristina - após uma fase de manifestações de rua e de jogo de ataque-e-defesa nas redes sociais pela ala jovem da esquerda local - a autora de um dos três fatos recentes que provam que o campo progressista começa a se mover de maneira mais enfática e organizada. Na audiência pública sobre a condição da comunidade negra e indígena realizada na última sexta-feira, discutiu-se também a urgente criação de uma secretaria e de um conselho de Direitos Humanos, que tratará de questões caras à nossa sociedade, como maior protagonismo do negro, dos povos originários, da mulher, da criança e do adolescente, dentre outros, algo inédito na história da cidade e, vale destacar, por iniciativa da vereadora do PCdoB. Esta proposta voltou a ser muito bem defendida por Cristina na sessão camarária desta semana.
Outro momento que merece destaque foi a entrevista concedida por Valci Silva ao portal Mais Tupã. Franco, direto e em tom de enfrentamento aos comentários ofensivos destinados à esquerda, o bom desempenho do presidente da comissão provisória do PT local lhe posiciona também como mais um líder do campo progressista tupãense e como potencial pré-candidato a prefeito nas próximas eleições. Ratificando este cenário, o terceiro fato: há alguns dias, Valci recebeu em sua residência o deputado federal Paulo Teixeira, indicado diversas vezes pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) o maior destaque entre seus pares na Câmara dos Deputados por seu dinamismo e poder de articulação. Ali presentes estavam a velha guarda e a juventude petistas, simpatizantes, militantes, sindicalistas, jornalistas, professores, lideranças do movimento negro e da população indígena, dentre outros. Algo que há décadas não se via mas que prova que a esquerda tupãense ressurge das cinzas para entrar com peso no jogo político-eleitoral já a partir de 2022.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade

publicidade