Movimento comunitário: Camtur realizou reunião com lideranças

Geral


O Camtur (Conselho das Associações de Moradores de Tupã e Região) esteve reunido na noite da última quarta-feira, dia 9, com lideranças comunitárias do município, para apresentar o balanço das atividades do ano passado e as novas ações que serão realizadas neste ano.
O presidente do Camtur, Luís Alves de Souza, disse que, apesar das dificuldades encontradas no ano passado para o desenvolvimento das atividades, o ano foi considerado positivo para o movimento comunitário. “Conseguimos unir novas lideranças, iniciar novos projetos, fazer discussões de políticas públicas, promovemos reuniões, seminários e participamos de congressos que colaboraram para nossa formação como líderes comunitários”, afirmou.
O líder comunitário destacou a necessidade de organizar ainda mais as entidades para unir e ampliar o movimento comunitário. “Temos que continuar envolvidos e participarmos ainda mais das discussões de políticas públicas da nossa cidade, como fizemos no ano passado. Por isso, as lideranças têm que estar cada vez mais preparadas”, disse. “Sabemos que, com a chegada de mais um ano eleitoral, muitos candidatos deverão se aproximar das associações em troca de favores. Devemos estar atentos em relação a isso”, salientou Luís Alves, ao destacar que o movimento comunitário pode se organizar para eleger seus próprios candidatos para o próximo pleito eleitoral. “É saudável que isso aconteça, para que o movimento comunitário se sinta representado”, afirmou.
Em relação ao cenário político do município, Luís Alves destacou o movimento existente em Tupã, que busca reduzir o número de vereadores na Câmara Municipal e seus respectivos subsídios.
O presidente do Camtur discorda da redução de vereadores na Câmara Municipal e disse que a medida pode favorecer a corrupção. “Com nove vereadores, a eventual cooptação de um prefeito pode ser mais fácil de acontecer. Isso seria muito difícil de acontecer com 15 vereadores na Câmara”, afirmou. “Sem contar que os candidatos menos favorecidos financeiramente, terão condições ainda menores de se elegerem com um número reduzido de vereadores”, completou.
Luís Alves acredita que não haverá redução de gastos no Poder Legislativo com a diminuição do número de vereadores. “A Câmara tem um limite de 7,5% do orçamento para realizar despesas. Hoje, utiliza cerca de 4,5% dos recursos do orçamento. Mas continuará gastando esses recursos, na mesma quantidade, com nove ou 15 vereadores. A diferença é que esses recursos serão melhor distribuídos, com mais vereadores. A Câmara Municipal com 15 vereadores aumenta a sua representatividade no município”, salientou.
Durante a reunião foram apresentados  problema em relação ao cuidado de crianças em creches municipais. Lideranças comunitárias destacaram que mães já realizaram boletins de ocorrência contra ADIs (auxiliares de desenvolvimento infantil) devido o tratamento inadequado com crianças. “Não somos contra a instalação de câmeras nas escolas municipais, para que haja o devido monitoramento, contra possíveis irregularidades praticadas por funcionários, com crianças, nas escolas. Somos contra o valor do contrato que a prefeitura tem com a empresa fornecedora das câmeras, que é muito alto e abusivo”, afirmou.
Participaram da reunião lideranças da ABUV (Associação de Moradores Unidos Venceremos), Abiapi, Associação de Moradores da Vila Marajoara, Associação de Moradores da Travessa Indiana, Associação de Moradores do “Jammil Dualibi” e “Papa João Paulo II” e Associação de Moradores “Nova Esperança”.
O Camtur definiu ainda a nomeação de novos membros para os conselhos municipais e, na manhã de hoje, irá se reunir com o presidente da Câmara Municipal, pastor Eliézer de Carvalho (PSDB), e com representantes da prefeitura, para tratar sobre as demandas do movimento comunitário.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias