Palmeiras segue invicto e como o melhor do Paulistão

Esportes


 

O PALMEIRAS mantém a invencibilidade e segue como o melhor time do Paulistão 2018. O Verdão precisou de eficiência e poder de decisão para bater o Mirassol por 2 a 0 sábado, às 19 horas, no Estádio ‘José Maria de Campos Maia’, pela 6.ª rodada do certame estadual.
Um gol do atacante colombiano Miguel Borja aos 23 minutos do 1.º tempo quando o time estava no sufoco na partida e outro de Dudu, de pênalti sofrido por Borja, já no fim, aos 40' do 2.º tempo, garantiram a manutenção dos 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista e duas marcas especiais. São seis vitórias consecutivas no ano e para o goleiro Jailson, a série de 500 dias sem perder.
O jogo não teve atuação brilhante. Ainda assim, o Palmeiras prevaleceu pela superioridade técnica e a grande capacidade de decisão dos jogadores. A equipe do técnico Roger Machado conseguiu ficar mais um jogo fora de casa sem sofrer gol e continua como o melhor do Campeonato Paulista até aqui.
O calor em Mirassol deixou o jogo lento no início e isso pareceu atrapalhar o Palmeiras. O time não tinha movimentação, penava em sair para o jogo e viu a invencibilidade ser ameaçada. Quem foi decisivo para fazer o time reagir foi Lucas Lima. O meia se desdobrou para ajudar a marcação e apareceu no ataque para ser decisivo. A renda atingiu R$ 667.048,00, com 11.967 pagantes.
O SÃO PAULO venceu o CA Bragantino por 1 a 0 (gol de pênalti cobrado pelo estreante meia-atacante Nenê, que ele mesmo sofreu no início do 1.º tempo), na última quarta-feira às 21h45min, no Estádio do Morumbi, na abertura da 6.ª rodada do Paulistão.
O goleiro Sidão foi um dos responsáveis diretos pela vitória do Tricolor. Ele fez duas defesas fundamentais durante a partida.
Depois da boa atuação individual, o goleiro sãopaulino respondeu uma pergunta sobre se a  contratação de Jean, ex-Bahia, aumenta a competitividade interna e dá um gás a mais para jogar melhor. “O gás a mais é mais para comprovar para algumas pessoas que falam muito aí fora. Eles acabam me dando um gás para provar que estão errados. A competição interna é sadia. Não podemos misturar as coisas. Tem o Lucas Perri e o Lucas Paes também. A competição aqui dentro é bem sadia. É mais para o pessoal aí de fora parar de fazer barulho e entender que o Sidão é o titular do São Paulo hoje”, disse Sidão.
O SANTOS teve a reestreia de Gabriel Barbosa ‘Gabigol’ com gol do jovem atacante de 21 anos. Mas a Ferroviária estragou a festa santista e empatou a partida em 2 a 2, sábado, às 16h30min, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara.
Foi o terceiro jogo seguido do Peixe sem vitória, que custou a liderança do Grupo D. O Santos foi a oito pontos ganhos e caiu para a segunda colocação. O Botafogo de Ribeirão Preto, que venceu em casa o Ituano por 1 a 0 no final do jogo, foi a nove pontos e assumiu a ponta.
Para "Gabigol", como é chamado desde as categorias de base do alvinegro praiano, o jogo ao menos serviu para que ele acabasse com um incômodo jejum que não justificava seu apelido. Desde quando foi contratado pela Internazionale de Milão da Itália, em agosto de 2016, até o duelo de sábado, ele balançou as redes por apenas duas vezes.
Uma na Internazionale, onde entrou em campo apenas em dez oportunidades, e outra pelo Benfica de Portugal, clube que defendeu nos últimos seis meses e atuou apenas cinco vezes. Seu último gol até então havia sido em 14 de outubro de 2017 pelo time português.
O Santos fez um bom primeiro tempo e caiu de rendimento na etapa complementar. Eduardo Sasha, de cabeça, abriu o marcador aos 28 minutos de partida. Gabriel ‘Gabigol’ desencantou na sua reestreia, mas ainda demonstrou que está longe da melhor fase, ainda sem ritmo de jogo. Antes de marcar aos 20 minutos do segundo tempo, ele desperdiçou duas boas oportunidades no primeiro tempo. Em uma, errou no domínio para sair na cara do gol e na outra recebeu livre mas chutou fraco para fácil defesa de Tadeu.
Os gols da Ferroviária foram anotados no segundo tempo por Léo Castro aos 18 minutos e zagueiro Luan Bueno aos 31'. O time da Morada do Sol teve um pênalti a favor aos 36 minutos do 1.º tempo numa bobeira do lateral esquerdo Caju ao chutar o pé de Alisson dentro da área. Velicka cobrou no canto esquerdo para grande defesa do goleiro Vanderlei. A renda foi de R$ 165.160,00, com apenas 3.861 pagantes.
O CORINTHIANS sofreu derrota por 2 a 1, de virada, diante do Santo André em jogo disputado na última sexta-feira, às 19 horas, no Estádio ‘Bruno José Daniel’, na 6.ª rodada do Paulistão.
O Timão dominou o jogo durante toda a primeira metade da etapa inicial, mas falhou bastante nas finalizações, com direito a uma bola na trave de Júnior Dutra, aos 21 minutos. Com o tempo, o Santo André também começou a achar espaços, mas Rodriguinho apareceu aos 38 minutos e abriu o placar ao acertar de primeira após cruzamento.
O time do ABC paulista voltou mais ligado para o segundo tempo e conseguiu o empate logo nos primeiros momentos. Com sete minutos de bola rolando, Tinga arriscou de fora da área e o goleiro Cássio não conseguiu evitar o gol.
Depois do empate, a partida ficou aberta, com o Corinthians buscando o ataque e o Santo André respondendo bem. Então, aos 35 minutos, os donos da casa viraram o jogo com um gol de cabeça de Lincoln, após cobrança de escanteio. A renda foi de R$ 437.680,00, com 8.318 pagantes.
 
OUTROS RESULTADOS
SEXTA-FEIRA
São Bento de Sorocaba 2 x Linense 2
SÁBADO
Ponte Preta 1 x Novorizontino 1
Botafogo de Ribeirão Preto 1 x Ituano 0
São Caetano 1 x Red 
Bull Brasil 1

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias