Varpa: Prefeitura continua trabalhando no distrito

Geral


2/7/2020 - A prefeitura continua realizando diversos serviços para atender os moradores do Distrito de Varpa, com o objetivo de auxiliar na volta da normalidade naquela comunidade, depois da tempestade da madrugada do último sábado (27).
Dezenas de servidores, equipamentos e veículos de diversas secretarias municipais foram deslocados para o distrito, dando agilidade e eficiência aos trabalhos.
Segundo balanço feito pela administração municipal, mais de 120 árvores foram derrubadas no perímetro urbano, outras 500 árvores foram derrubadas na zona rural, além de 45 imóveis que foram danificados, 8 casas destelhadas, 1 barracão derrubado, além de postes danificados e interrupção do abastecimento de água, energia e problemas nos serviços de comunicação.

Ainda na madrugada de sábado, foi convocada uma reunião de urgência com todos os secretários municipais, visando a organização de uma ‘’força-tarefa’’ em prol do distrito. Foram planejados serviços de limpeza, desobstrução de vias, abertura da Unidade de Saúde da Família (USF) de Varpa, além de serviços assistenciais às famílias atingidas.
Márcia Félix, moradora do distrito e dona de um empreendimento na Varpa, explicou como a população recebeu a tempestade e enfatizou que rapidamente a prefeitura, o Poder Legislativo e empresas relacionadas ao abastecimento de água e energia foram ao local para averiguar e reparar os estragos.     “Os ventos foram fortes e ficamos com medo de quebrar os vidros. O impacto do vendaval foi tão grande que derrubou postes, arrancou galhos e árvores. Ficamos sem energia elétrica e sem água, e o distrito parecia um cenário de guerra por conta da destruição. Gostaria de agradecer a prefeitura pela atenção e dedicação, realizando visitas de casa em casa e trabalhando incansavelmente para a limpeza e manutenção no distrito”, agradeceu.

Já Elizabeth Firmo, também moradora do distrito, destacou que, além dos ventos fortes, a tempestade também contou com granizo, o que contribuiu para a destruição, intensificando os estragos nos bens materiais, como carros, móveis e residências. Ela explicou que a prefeitura atendeu prontamente as necessidades da população e agradeceu a atenção da administração municipal. “Esta é a primeira vez em mais de 50 anos que o distrito passa por algo assim. Houve chuva intensa com ventos fortes e granizo, que fizeram com que casas fossem destelhadas, o que ocasionou perdas de móveis, roupas e diversos bens. Felizmente, a prefeitura ofereceu apoio por meio dos serviços, cestas básicas, colchões, cobertores, roupas e lonas. Só temos a agradecer pelo carinho e atenção dada pela administração municipal”, ressaltou.
Outro morador da Varpa, Benjamin Brediks, explicou que o vento foi tão forte que foi capaz de derrubar um barracão. Ele ainda enfatizou os trabalhos das secretarias municipais para limpar e reparar os estragos no distrito. “Agradeço a atenção e aos trabalhos, pois os estragos foram notáveis e rapidamente a prefeitura já mobilizou equipes para os reparos e limpeza”, comentou.
Maria Tereza de Abreu, moradora do distrito, também enfatizou que as chuvas inundaram diversos pontos e os ventos destelharam diversas residências, trazendo um cenário de destruição ao distrito. “Nunca vi nada parecido em mais de 70 anos no distrito. Foi muita destruição, árvores arrancadas, ventos fortes e granizo. Mas a prefeitura veio apoiar e logo na madrugada já estavam aqui”, disse.
Outro morador da Varpa, Davi Bondartchuk, que presenciou as fortes chuvas, explicou que a tempestade não apenas abalou a estrutura do distrito, mas também a economia e o psicológico dos moradores, por ser um evento atípico, provocando destelhamento, sujeira, obstrução de vias, queda de postes e remoção de árvores. “Esta tempestade foi um desastre, pois foi um fenômeno atípico que atingiu o nosso querido distrito. O acontecimento abala os moradores psicologicamente e economicamente, porém a agilidade e dedicação da prefeitura e do Poder Legislativo eleva a moral da população. Em pouco tempo, várias vias já estavam desobstruídas e os espaços limpos”, apontou.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi, mediante averiguação da situação, foram realizadas diversas ações voltadas à saúde da população do distrito, dentre elas destacam-se a abertura da USF no sábado, domingo e na segunda-feira (feriado municipal), oferecendo serviços de enfermagem e distribuição de medicamentos, entre outras realizações. “Após a reunião, avaliamos a situação e analisamos as possibilidades de ajudar os moradores do distrito. Para isso, as equipes de saúde rea-lizaram visitas a todas as famílias de Varpa, com o objetivo de averiguar as necessidades de saúde daquela população. Tudo respeitando as recomendações das autoridades de saúde, como o distanciamento adequado, uso de máscara e álcool em gel, entre outras medidas”, informou.
De acordo com o secretário Municipal de Planejamento, Obras e Trânsito, Valentim Bigeschi, foram deslocados 28 servidores, 6 caminhões, caminhão de água, pá carregadeira e diversos outros equipamentos para possibilitar a limpeza, desobstrução das vias, retirada de galhos e atendimento às famílias que tiveram seus imóveis destelhados.
Segundo Bigeschi, durante esta semana as equipes continuam os serviços, removendo árvores e galhos e desobstruindo as estradas rurais. “Fizemos vistorias e traçamos estratégias para que pudéssemos restabelecer as condições de habitação e tráfego. Além dos trabalhos da prefeitura, a empresa Energisa contribuiu levando geradores, realizando reparos na rede elétrica e restabelecendo a energia na área urbana e em partes da zona rural do distrito. A Sabesp verificou os rompimentos das tubulações. E a CERT (Cooperativa de Eletrificação Rural Região de Tupã) realizou reparos, garantindo oo abastecimento de energia elétrica da zona rural”, ressaltou.
O secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, José Rodrigues, disse que foi realizado um mutirão envolvendo diversas secretarias municipais, empresas, voluntários e moradores do distrito.
Segundo Rodrigues, a pasta levou 5 caminhões e 35 servidores para Varpa, visando contribuir na limpeza e desobstrução de ruas e terrenos, por meio do recolhimento de galhos e árvores caídas. “Cerca de 620 árvores caíram por ações da tempestade do último sábado, obstruindo ruas, estradas, terrenos e diversos outros espaços. Deslocamos maquinários e servidores para integrar esta ‘força-tarefa’, possibilitando que as principais vias fossem liberadas e que as árvores e suas partes fossem descartadas de forma correta”, destacou.

Já a secretária Municipal de Assistência Social, Patrícia Fernandes, informou que foram realizadas análises da situação e do impacto às famílias do distrito. Ela também explicou que a pasta ofertou cestas básicas, lonas e viabilizou a entrega de colchões. Já o Fundo Social de Solidariedade forneceu cobertores e roupas, atendendo as necessidades urgentes da população de Varpa.

Sua notícia

Esta área é destinada para o leitor enviar as suas notícias e para que possamos inserí-las em nosso portal. Afim, da população ter informações precisas e atualizadas sobre os mais variados assunto

Envie a sua notícia por e-mail:

Todas as notícias

publicidade