jdiario@diariotupa.com.br


‘Projeto Verão nos Comerciários’ segue com diversas atividades

          No último domingo (08/02), no Clube dos Comerciários de Tupã, foi realizado o torneio de truco para associados e seus dependentes, que agitou mais uma vez as dependências do clube. A atividade integra o “Projeto Verão no Comerciários 2016”.
O torneio reuniu 18 duplas e um considerável público de espectadores. As inscrições foram gratuitas e realizadas no local do evento. Os primeiros colocados receberam troféus personalizados e uma caixa de baralho de premiação.
O famoso hidroshow também animou quem estava curtindo a piscina central, atividade que tem conquistado o público pelos benefícios que oferece, como resistência e alongamento do corpo, de forma animada e dinâmica.
De acordo com o presidente, vereador Amauri Mortágua, o projeto tem atraído um número elevado de pessoas e movimentado diariamente o clube. “O torneio, por exemplo, só foi mais uma atividade. O interesse dos associados pelas competições está aumentando e os participantes solicitam que as atividades continuem. Agradeço a todos pela confiança e participação”, assegurou.

“Projeto Verão”
O projeto é um conjunto de eventos e atividades de diversão, cultura, de compartilhamento e confraternização, de muito entretenimento, competições, durante a estação mais animada do ano.
Durante seu início foi entregue para todos os associados do clube um boletim com a programação a ser realizada até seu término.
Mais um diferencial do projeto é que neste ano alguns eventos culturais são estendidos para toda população, mesmo para não associados do clube. Foi o caso da Noite do Pagode, evento de sucesso e recorde de público.

“Garoto e
Garota Verão”
Dentro da programação “Verão no Comerciários” está inserido o concurso Garoto/Garota Verão 2016, para todas as faixas etárias. O associado e associada interessados em concorrer ao título já podem fazer sua inscrição na secretaria do clube.



Morre o educador João Batista, o ‘J.B.’

          A educação da cidade perdeu um de seus maiores expoentes, o professor João Batista de Souza Araújo, o conhecido “J.B.”, que tinha 71 anos de idade. A morte aconteceu na noite de segunda-feira, no Hospital São Francisco, onde estava internado.
Atualmente ministrando a disciplina de geografia no Colégio Seletivo, “J.B.” era dono de uma didática única, onde buscava a interação com os alunos. Muito culto, argumentava com convicção e conhecimento. Era considerado “amigão” de todos.
A morte de “J.B.” aconteceu por volta das 20 horas de segunda-feira, tendo chegado ao Velório Tamoios às 4 horas da madrugada de ontem, onde foi velado até por volta de 15 horas, quando foi trasladado para a cidade de Araçatuba, onde foi cremado, conforme o seu desejo.
O professor João Batista de Souza de Araújo teve diversos problemas de saúde, como um AVC, um aneurisma, enfisema pulmonar e, finalmente, falência múltipla de órgãos.



Acidente na região deixa dois mortos e seis feridos

          Birigui - Uma batida envolvendo dois automóveis na Rodovia Deputado Roberto Rolemberg (SP-461), em Birigui, causou a morte de dois homens. O acidente ocorreu por volta das 21h20 de segunda-feira (8). Seis outras pessoas ficaram feridas, três em estado grave.
Segundo a Polícia Rodoviária, o condutor de um dos veículos, uma Parati com placas de Birigui, alegou que seguia pela rodovia no sentido Bilac-Buritama quando o outro carro, um Fiat Siena com placas de Campinas, invadiu a faixa. Os automóveis bateram e o Siena chegou a capotar.
Ainda de acordo com a polícia, foi constatado que o motorista do carro que teria adentrado o outro lado da via estava alcoolizado. O exame detectou 0,16 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.
Jair Brandão, 57, de Birigui, foi a primeira vítima a morrer. Ele era passageiro da Parati. O servente Renato Silva Miranda, 38, estava no Fiat Siena quando o choque ocorreu e recebia cuidados médicos na UTI da Santa Casa local. Porém, ele veio a falecer na madrugada de segunda para terça-feira, conforme um familiar comunicou em boletim de ocorrência na delegacia de Araçatuba.
Mais quatro passageiros do Fiat Siena, seu condutor, e o motorista do Parati ficaram feridos no acidente.



Punição inócua!

          (* ) Marcos Antonio Fernandes

Diante das graves crises econômica, institucional e moral, provocadas, em substancial parcela pelas operações denominadas “Mensalão” e “Lava Jato”, que exteriorizaram aos brasileiros a autêntica roubalheira institucionalizada nos bastidores do governo, envolvendo políticos, dirigentes de estatais e empresários, além de apaniguados e congêneres, numa demonstração inequívoca de que, como nunca antes na história deste Pais, a corrupção tornou-se incontrolável e endêmica, é normal que a população deposite todas as suas esperanças na atuação do juiz Sérgio Moro, que representa, em última análise, a austeridade e a independência do Poder Judiciário.
Todavia, faz-se preciso alertar, desde logo, que a punição dos culpados não se dará na justa medida da gravidade dos crimes praticados pelos corruptos. Longe disso!
Matéria veiculada pela Internet, ainda recentemente, aponta que a somatória das penas dos condenados totalizaria 283 (duzentos e oitenta e três) anos, sendo que, entretanto, o período de encarceramento a cumprir, por todos eles, não passará dos 7 (sete) anos. Pasmem!
Ocorre que, para a obtenção dos dados pertinentes à realização das práticas delitivas, foram editadas duas normas legais: a Lei federal nº 9.807, de 13 e publicada no D.O.U. de 14/07/99, que instituiu o chamado “acordo de delação premiada” (para pessoas físicas), cujo artigo 13 prevê o perdão judicial e a extinção da punibilidade, e o artigo 14 promove a redução das penas de 1/3 a 2/3; e a Lei federal nº 12.529, de 30/11 e publicada no D.O.U. de 1º/12/11, que estabeleceu o denominado “acordo de leniência” (para pessoas jurídicas), cujos artigos 86 e 87 preveem a redução das penas dos crimes contra ordem econômica, de 1/3 a 2/3.
Essas benesses evidenciam duas nuances gravíssimas: 1ª) que as instituições governamentais incumbidas de fiscalizar a atuação dos políticos e dos agentes públicos, tais como o Ministério Público e os Tribunais de Contas, não dispõem de estrutura suficiente para apurar, com o devido rigor e precisão técnica, os crimes praticados, ficando, pois, à mercê das informações que possam ser disponibilizadas pelos denunciados e/ou réus, ao seu exclusivo talante; e 2ª) que, cumpridas as exíguas penalidades que lhes forem aplicadas, os corruptos continuarão a zombar da esmagadora maioria da população brasileira, honesta e trabalhadora.
Ora, salta à evidência que se o criminoso, a título exemplificativo, se disponibiliza a restituir aos cofres públicos a importância de R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais), é perfeitamente correto supor-se que, na realidade, se apropriou indevidamente de valor, no mínimo, duas ou três vezes superior.
De modo que, cumprida a sanção penal, mera formalidade, já com seu nome excluído do rol dos culpados, o corrupto poderá usufruir plenamente, em tempo recorde, das vantagens que lhe são ofertadas por uma legislação penal frouxa, irreal e despudorada.
Vale dizer: a gravidade dos delitos praticados continuará a mesma; mas a punição será inócua!

(*) Marcos Antonio Fernandes é
advogado e autor de livros jurídicos



Império da Casa Verde é campeã do carnaval de SP

          Por Suzana Inhesta

São Paulo (AE) - A Escola de Samba Império de Casa Verde é a campeã do Carnaval 2016 de São Paulo. Com 269,4 pontos, a agremiação venceu as 14 escolas que competiam neste ano. A Império explorou o universo dos misté-rios, com um desfile de apelo mais visual, com fantasias trabalhadas e carros luxuosos. O abre-alas, imponente, com 75 metros de comprimento e 15 metros de altura, carregava o tigre, símbolo da agremiação.
A bateria investiu em paradinhas que casavam com o samba-enredo. No trecho “bate forte coração”, foram simuladas batidas do órgão. O desfile marcou a estreia do carnavalesco Jorge Freitas, ex-Rosas de Ouro, na agremiação.
O vice-campeonato ficou com a Mocidade Alegre, que teve 269,1 pontos, junto com a Acadêmicos do Tatuapé. Já a Pérola Negra e a X-9 Paulistana caíram para o grupo de acesso, pois tiveram as menores notas (264 pontos e 263,9 pontos, respectivamente).
A Mocidade Alegre liderou até o quesito evolução. Em bateria, a Império passou à frente e não caiu mais. Em 2015, a campeã foi a Vai-Vai e a Império ficou em oitavo lugar.
Os quesitos avaliados, pela ordem, foram mestre-sala e porta-bandeira, enredo, alegoria, samba-enredo, evolução, bateria, harmonia, comissão de frente e fantasia. O quesito fantasia era o critério de desempate, mas na apuração de ontem isso não foi necessário.
A apuração começou pouco depois das 16 horas no hall do Palácio de Convenções do Anhembi, local diferente dos outros anos. Tradicionalmente, a leitura das notas era feita no sambódromo, mas anteontem à noite a Liga Independente das Escolas de Samba dos Grupos Especial e Acesso do Carnaval de São Paulo e a SPTuris decidiram pelo Anhembi, já que as chuvas fortes de anteontem danificaram a estrutura do espaço preparado para isso no sambódromo. O público não teve acesso ao local, somente os representantes das escolas, como é feito desde 2013, quando um homem, no ano anterior, invadiu o palco e rasgou as notas.

Confusão
Ontem, durante a leitura das notas no quesito evolução, os ânimos se exaltaram. O primeiro dos quatro jurados deu a nota mais baixa anunciada até então para a Rosas de Ouro, 8,9, o que causou surpresa entre os presentes, principalmente para os representantes da escola. No meio da leitura das notas do segundo jurado, houve uma interrupção, já que o mesmo não apresentou a nota de avaliação da Império de Casa Verde, o que gerou revolta entre os representantes das agremiações presentes no local. Pelo regulamento, se não há nota, automaticamente a escola recebe a maior nota recebida de outros jurados. Os integrantes da Império reclamaram, mas no fim, acabaram recebendo um 10, o que fez diferença no resultado final da competição.

Um tumulto foi registrado na leitura do quesito bateria. Os representantes da Unidos de Vila Maria não gostaram das baixas notas e na leitura das notas do quesito harmonia houve nova confusão, com agressão. Mais um jurado não deu nota, dessa vez para a Dragões da Real e os integrantes das agremiações ficaram revoltados e ameaçaram invadir a mesa onde foi feita a leitura.
Homens da Polícia Civil fizeram cordão de isolamento para que os representantes não invadissem a mesa e, logo em seguida, um integrante da diretoria da Unidos da Vila Maria agrediu outros representantes de outras escolas e foi imobilizado por três policiais civis e colocado em um camburão.

As duas noites de desfile do carnaval em São Paulo tiveram ocorrências. Houve apagão de refletores, integrante da Vai-Vai que agrediu o cronometrista do sambódromo, modelo que foi expulsa por tirar a roupa na Unidos do Peruche e um rapaz se feriu após cair de um carro alegórico, este da X-9 Paulistana.



Transparência internacional apoia projeto do Ministério Público contra corrupção

          Por Fausto Macedo e Fernanda Yoneya

São Paulo (AE) - Na reta final para alcançar a marca de 1,5 milhão de assinaturas em apoio ao projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, a Lava Jato conquistou mais um aliado importante - a ONG Transparência Internacional acaba de declarar publicamente adesão à iniciativa do Ministério Público Federal para agilizar o combate aos malfeitos e desvios de verbas do Tesouro.
Fundada em março de 1993, a Transparência Internacional, sediada em Berlim, é uma organização não governamental que tem como principal objetivo a luta contra a corrupção. É mundialmente conhecida pela produção anual de um relatório no qual se analisam os índices de percepção de corrupção dos países em todo o mundo.
O 10 Medidas já conta 1,3 milhão de assinaturas conquistadas em meio à explosiva investigação que desmontou sólido esquema de propinas instalado na Petrobras entre 2004 e 2014.
A campanha é gerenciada pela Câmara de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal e foi lançada em 27 de julho de 2015
Ante a suspeita de que não terão eficácia as pesadas condenações já impostas a doleiros, empreiteiros e políticos - dado o emaranhado de leis, códigos, recursos e afins dos quais habitualmente se valem os réus para escapar da prisão e do confisco de bens - os procuradores da República que compõem a força-tarefa da Operação Lava Jato elaboraram um conjunto de propostas que, em sua visão, poderão alterar o quadro de impunidade que beneficia sobretudo acusados de crimes financeiros, lavagem de dinheiro e ilícitos contra a administração pública.
O leque de medidas contempla metas como a criminalização do enriquecimento ilícito; o aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores; a celeridade nas ações de improbidade administrativa; a reforma no sistema de prescrição penal; a responsabilização dos partidos políticos; a criminalização do caixa 2 e outros ajustes.
São necessárias 1,5 milhão de assinaturas para que o projeto possa ser protocolado no Congresso, sob o manto da iniciativa popular, a exemplo do que ocorreu com a Lei da Ficha Limpa.
Na semana passada, o Ministério Público Federal divulgou em seu site que a ONG Transparência Internacional entregou à Instituição carta de apoio à Campanha 10 Medidas contra a Corrupção.
No documento, a organização conclama o Congresso brasileiro a promover alterações estruturais para prevenir e reprimir a corrupção de modo adequado, aprovando, entre outras reformas, as medidas propostas pelo Ministério Público Federal.
O documento é subscrito pelo presidente da entidade, José Ugaz, durante evento sobre o tema no Panamá, em 30 de janeiro.
Transparência Intercional também manifestou apoio ao trabalho daqueles que, no Ministério Público, na polícia, no Judiciário e em outros órgãos, estão atuando para promover a “justa punição dos indivíduos que cometem crimes de corrupção e para buscar o ressarcimento da sociedade, no caso Lava Jato e em outros casos no País”.

Na carta, Transparência Internacional destaca que foi aberta “uma janela de oportunidade histórica para a promoção de reformas que mudem o sistema jurídico político no País”.
Tal oportunidade, de acordo com o presidente da entidade internacional, “deve ser aproveitada do modo mais amplo e democrático possível, a fim de que a fortuna desviada anualmente em decorrência da corrupção no Brasil possa ser empregada para melhorar as condições de desenvolvimento econômico e social, em proveito de todo brasileiro”.


‘Tupã Folia 2016’
População compareceu em bom número ao evento

          O “Tupã Folia 2016” neste ano foi realizado entre críticas e elogios. O evento pode não ter agradado a todos, mas registrou a presença de milhares de foliões de Tupã e região. A festividade contou com oito blocos carnavalescos, praça de alimentação, policiamento e animação de DJs, em meio a um período de forte crise, que atingiu todo o Brasil.
O vice-presidente da comissão organizadora dos blocos de carnaval, André Prado dos Santos, disse que o seu bloco protesta há cerca de três anos por melhorias na realização do carnaval tupãense. “Esse ano faltou recurso, tempo e trabalho em equipe. Se a organização tivesse conversado com os blocos há seis meses, o sucesso do evento teria sido maior. É bem simples resolver isso, bastando dialogar”, salientou.
André Santos ressaltou que faltaram atrações diversificadas no “Tupã Folia 2016”, que contou apenas com os DJs. “Esse carnaval não aconteceu da forma que gostaríamos. Dá pra fazer muito melhor com bandas de Tupã. Hoje só temos DJs e eles são funcionários da prefeitura”, afirmou.
O vice-presidente ressaltou que a prefeitura poderia contratar bandas tupãenses, como grupos de pagode ou de outros rítmos, para melhorar as atrações do evento. “Eles iriam cobrar um cachê muito mais barato do que uma banda de São Paulo. Isso iria valorizar o artista tupãense e reverter esse dinheiro no comércio de Tupã. É bem simples fazer isso, basta saber fazer gestão”, destacou. “Estamos fazendo o evento hoje só para não deixá-lo morrer e acabar os pontos dos blocos. Esse é um trabalho de resistência”, enfatizou.

Carnaval dos blocos
André Prado dos Santos, que é presidente do bloco “Abanaê”, disse que os blocos se organizam para realizar uma festa própria de carnaval. “No ano que vem, queremos fazer um evento nosso”, salientou.
André acentuou que para isso é necessário se organizar para construir um carnaval com melhores resultados. “As coisas não aconteceram do nosso jeito e esperamos no ano que vem fazer o nosso carnaval”, afirmou.

Policiamento
O 1º tenete da Polícia Militar, Cristiano Nunes Laureano, disse que no último domingo o policiamento foi reforçado com auxílio de militares do batalhão da cidade de Marília, contando com cerca de 70 policiais nas ruas. “Isso aconteceu com a fiscalização dos portões, policiamento interno e nas imediações, com vistas a roubos, furtos e roubos de veículos”, disse.
Laureano observou que a organização do evento contratou um serviço de segurança particular para fazer a vistoria interna do circuito, aumentando a segurança dos foliões. “Para a pessoa entrar no recinto, teve que passar por uma vistoria e fazer uma busca pessoal. Todo mundo que entrou foi vistoriado minuciosamente, para impedir a entrada de materiais que pudessem ferir as pessoas”, acentuou.
O oficial ressaltou que durante os quatro dias de evento, a PM disponibilizou um efetivo com cerca de 70 policiais nas ruas por dia. “O policiamento da cidade continuou com o mesmo efetivo e não foi prejudicado por causa do evento. Tivemos uma escala extra neste carnaval. Contamos ainda com o apoio da Polícia Civil e do batalhão do Corpo de Bombeiros”, destacou.
O tenente afimou que o circuito carnavalesco teve a liberação de funcionamento emitida pelo Corpo de Bombeiros por meio do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

Cavalaria
A segurança do evento contou ainda com o auxílio da cavalaria da PM que, segundo Laureano, trata-se de uma categoria importante “para controlar o tumulto e facilitar a dispersão das pessoas”.

Roubo
O oficial ressaltou que, no domingo, o circuito não contou com “uma grande aglomeração de público” e que, por isso, não foram comuns os casos de furto e roubo durante o carnaval. “O evento não esteve lotado. O ambiente estava espaçoso. Temos problema quando o local está muito ‘afunilado’ e fechado. Isso dificulta o trato do material. Tivemos no sábado uma tentativa de furto, mas o indivíduo foi preso”, afirmou.

Público
A funcionária pública estadual Quitéria Rodrigues Ribeiro, de 47 anos, disse que aproveitou o carnaval apesar do mesmo estar diferente em relação aos anos anteriores. “Neste ano, não tivemos nenhuma banda. Isso fez falta. O local, porém, esteve seguro, com um bom policiamento”, salientou.

O técnico em internet Paulo César Alves, de 33 anos, da cidade de Bastos, disse que a festividade foi positiva. “Infelizmente, em Bastos, a prefeitura resolveu não fazer a festa. Eu acho uma pena porque a população sente falta disso. Nós temos que nos deslocar para uma cidade vizinha. Tupã é uma cidade que nos acolhe sempre bem”, disse. “Quando alguém toma uma iniciativa de fazer algo legal para a sociedade, isso é bom e a população precisa de momentos de descontração”, enfatizou.
A estudante Mayara Serra, de 23 anos, destacou que o lado bom da festa foi que a mesma não estava lotada. “Dava para ficar numa boa, sem ‘empurra-empurra’”, afirmou.
O problema registrado por Mayara foi em relação à qualidade do som no sábado, primeiro dia da festividade. A estudante chegou no recinto por volta das 22 horas. “O som parou e foi vaiado”, lembrou.
Mayara frisou que a organização tentou arrumar o som, “mas ficou chiando, parecia uma sinfonia de abelhas” e, “em alguns lugares, não dava para ouvir nada”, observou.
Para a estudante, as músicas eram boas, mas “a qualidade do som estava ruim. Imagino que tenha ocorrido por conta da correria para realizar o evento”, ressaltou.

Djs
Mayara Serra aprovou a contratação dos DJs no “Tupã Folia 2016” e, para ela, esse foi o diferencial do evento. “Nos anos que vieram as escolas de samba, por exemplo, eu não gostei tanto porque era só o samba mesmo e as bandas têm as marchinhas que não gosto”, disse. “Já os DJs acho melhor pela diversidade de músicas que podem ser tocadas, de todos os tipos, agradando a todos”, completou.

Segurança
Em relação à segurança do circuito carnavalesco, Mayara afirmou que “a PM estava em um bom número”, mas que viu “poucos seguranças contratados”.

Praça
de alimentação
A estudante ressaltou a variedade de produtos comercializados na praça de alimentação, com a venda de pipocas, crepes, churros, espetinhos e pastéis. “Mas acho que deveria ter um lugar reservado só para a praça de alimentação”, opinou.



Maior parte dos acidentes envolve motos

          Principalmente nos finais de semana, é maior o número de acidentes envolvendo motocicletas. Em geral, isso acontece por excesso de velocidade e desobediência às regras de trânsito.
Muitos motociclistas aproveitam que nos finais de semana a fiscalização é atenuada para abusar. O problema é que as vítimas acabam sendo os próprios condutores.
Como aconteceu por volta das 16h30 min da última segunda-feira, no cruzamento das ruas Goitacazes com Tupinambás, quando o condutor de uma moto Honda CG 125, de cor verde, que seguia pela Goitacazes, ao se aproximar do cruzamento com a Tupinambás, não obedeceu a sinalização de parada obrigatória, colidindo contra outra moto Honda, cor vermelha.
O condutor da moto vermelha nada sofreu. Já o condutor da moto verde, causador do acidente, sofreu diversas escoriações, inclusive um corte significativo em uma das pernas.
O motociclista foi socorrido pela unidade de resgate do Corpo de Bombeiros para o pronto-socorro do Hospital São Francisco.


Pompéia
Última semana de inscrições para o transporte gratuito

          A Prefeitura de Pompéia está comunicando que o cadastro para o transporte gratuito dos estudantes universitários, de cursos técnicos e profissionalizantes, pode ser feito até esta sexta-feira, dia 12 de fevereiro.
Todos os estudantes que ainda não fizeram o cadastro, podem fazer isso nestes últimos dias. Para isso, basta acessar o site www.pompeia.sp.gov.br, clicar no banner do transporte gratuito e preencher os dados corretamente.
Este é o oitavo ano consecutivo que a administração do prefeito Oscar Yassuda concede o benefício do transporte gratuito aos estudantes daquele município.


Rede estadual
Ano letivo começa na próxima segunda-feira

          Os alunos da rede estadual de ensino vivem os últimos dias de férias escolares. É que na próxima segunda-feira, dia 15, será iniciado o ano letivo. Inicialmente, isso era para ter acontecido no dia 1º, mas a data foi adiada por causa da mudança na reorganização da rede.
Por isso, passado o carnaval, é bom os pais e os alunos já irem se preparando para este retorno às atividades, separando materiais e facilitando tudo para a retomada das atividades escolares.
Vale destacar que os educadores da rede estadual retornaram das férias no dia 15 de janeiro, um mês antes do início do ano letivo. Já hoje, dia 10, amanhã, dia 11, e sexta-feira, dia 12, educadores e gestores participam do planejamento escolar.
Dentro do calendário definido para este ano, o último dia de aulas do primeiro semestre acontece no dia 1º de julho. Com isso, os estudantes da rede estadual gozarão do recesso de meio de ano de 4 à 31 de julho. Já para os professores, o período de recesso acontece entre os dias 4 a 18 de julho. O início do segundo semestre acontece no dia 1º de agosto.
Professores e gestores das escolas estaduais participam no segundo semestre do replanejamento escolar. A ação está prevista para acontecer nos dias 29 e 30 de julho.
Finalmente, o último dia de aulas de 2016 está marcado para o dia 20 de dezembro.



NECROLOGIA

          Reinaldo Servilha Viool 66 anos
Aparecida Bonomo Pradella 87 anos
Nair Nitardo Nunes 81 anos
Maria Helena Belmiro Galego 64 anos
Antônio Quirino da Silva 75 anos


Arco-Íris
Prefeitura concede reajuste de 11% aos servidores

          A Prefeitura de Arco-Íris concedeu reajuste de 11% aos servidores públicos municipais. Projeto nesse sentido foi encaminhado à Câmara Municipal pela prefeita Ana Serafim, que foi discutido e aprovado.
Ana Serafim disse que está sendo feito um esforço muito grande para a concessão do reajuste, que tem efeito a partir de 1º de fevereiro, para pagamento na folha do mês que vem. “Já implementamos uma série de medidas para equilibrar o orçamento. É possível que tenhamos que fazer mais cortes, o que ainda está sendo analisado”.
Para a prefeita de Arco-Íris, a reposição inflacionária dos salários dos servidores é um compromisso de seu governo. “Estamos rezando para que a economia brasileira melhore, porque está muito difícil administrar na atual situação. Mas firmamos um compromisso pela valorização dos servidores”.
Os servidores da Câmara também terão realinhamento salarial da ordem de 11%.

Pompéia

Já o prefeito de Pompéia, Oscar Yasuda, definiu um reajuste salarial da ordem de 5%. A reposição ficou abaixo da inflação no período, de quase 11%, mas diante da crise atual, ele justificou que foi o máximo possível.


Cinzas
Confira o que estará funcionando hoje

          O carnaval passou. A alegria ficou na avenida. Agora, é preciso encarar a realidade da vida, pagar as contas e trabalhar. O ano finalmente vai começar, mantendo a crise política-econômica no “País da eterna esperança”.
Antes de sair de casa, o tupãense deve ficar atento, porque hoje é quarta-feira de Cinzas, com órgãos funcionando em horários diferenciados.
Para começar, as lojas não abrem hoje. Normalmente, deveriam abrir depois do meio dia, mas isso não vai acontecer. Casas de materiais de construção, açougues, restaurantes e outros estabelecimentos não seguem o acordo do Sincomércio e Sincomerciários, para permitir o funcionamento no feriado estadual de 9 de junho.

Já no caso dos supermercados, ninguém precisa ficar desesperado. Depois de funcionarem até as 13 horas no feriado de ontem, hoje esses estabelecimentos abrem normalmente, logo pela manhã.
Já os bancos, que fecharam na segunda-feira e ontem, hoje abrem das 12 às 15 horas. Existe previsão de muita movimentação, mas como o comércio não funciona, é possível que a “correria” seja menor. De qualquer forma, o tupãense só deve ir ao banco hoje caso tenha muita necessidade.

Escolas

Já com relação às escolas, a maior parte dos alunos deve curtir a “ressaca do carnaval” hoje, retomando suas atividades amanhã. E sempre terá aquele mais “folgado” que vai “emendar”, voltando somente na próxima segunda-feira.

Sessão hoje

Hoje tem sessão da Câmara, que fechou na tarde de sexta-feira, com previsão de abrir suas portas somente a partir de logo mais às 13 horas. Na pauta da sessão de hoje, o projeto mais importante é o do Prodet.
Já no caso da Prefeitura Municipal, não houve expediente na segunda e nem ontem, terça-feira, mas as atividades serão retomadas hoje logo cedo, a partir das 7 horas, inclusive no Paço Municipal.



Centro Paula Souza oferece plataforma on-line para ensino a distância

          Tem interesse em fazer um novo curso? Então, fique atento à nova modalidade de ensino do Centro Paula Souza. A instituição lançou uma plataforma on-line para ensino a distância, a Mooc (Massive Open On-line Course - sigla em inglês para Curso On-line Aberto e Massivo), e está oferecendo cursos livres com duração média de 30 horas.

Os primeiros cursos disponíveis abordam recursos básicos de desenho no AutoCad e técnicas de comportamento em entrevista, apresentação e elaboração de currículo para inserção no mercado de trabalho. Todo cidadão pode se matricular, bastando acessar a plataforma e se cadastrar com login e senha.

Os cursos são dinâmicos, com várias leituras, reflexões, vídeos, jogos, avaliações e exercícios. A plataforma funciona via browser em computador conectado à internet. Há duas opções de aprendizagem: com certificação ou sem emissão de certificado.



‘FRAGMENTOS’ DA HISTÓRIA DE TUPÃ

          1. O Major João Bueno da Fonseca, Massuyuki Kawano, Luiz Ricci e João Messas Barbeiro foram incumbidos da execução de um “levantamento de todos os móveis, utensílios, veículos e semoventes da prefeitura, até à presente data, cujo relatório minucioso deverá ser entregue ao Executivo”. A decisão é do prefeito Dr. Walter Pimentel, nos termos da Portaria nº 2.349, de 03 de fevereiro de 1969.

2. “A partir da presente data, todos os funcionários e servidores municipais que se encontrarem acometidos de qualquer doença ou acidentados, deverão, dentro do prazo de 24 horas, requerer ao prefeito, os dias necessários para o tratamento, bem como anexar à petição atestado médico comprobatório, que deverá ser passado pelo Dr. Carlos Schellini, Médico-Chefe do Centro de Saúde local”. Postura administrativa adotada pelo prefeito Idenolphi Semeghini, com a Portaria nº 2.911, de 10 de julho de 1973.

3. Reclamação que vem desde sempre: no início de fevereiro de 1978, ao comentar a ausência de recursos municipais para auxiliar o Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Tupã, Dr. Anísio Carneiro repetiu o que atletas da Equipe de Voleibol de Tupã afirmaram no ano anterior: “Há verba para o carnaval. E para o Pronto Socorro?”

4. ”É considerado Hóspede Oficial do Município de Tupã, durante a sua permanência nesta cidade, o Dr. Lorival Ferreira dos Santos, Juiz Federal do Trabalho, Presidente da 2ª Junta de Conciliação e Julgamento de Araçatuba, substituindo no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região de Campinas, que aqui comparece para proferir palestra no 1º Seminário Regional sobre Comprovação Qüinqüenal, sob os auspícios do Sindicato Rural de Tupã, Cooperativa dos Produtores de Lei da Alta Paulista - COPLAP, Cooperativa Agrícola Mista da Alta Paulista - CAMAP e União dos Sindicatos Rurais do Oeste Paulista - USIROP”. Com o Decreto nº 4,210, de 23 de janeiro de 1993, o prefeito Jesus Guimarães considerou “que a discussão de normas consignadas na Lei Fundamental, aplicáveis às obrigações trabalhistas rurais culmina por fazer sediar em Tupã importante Simpósio Regional, deste participando juristas exegetas do Direito Positivo, sindicalistas e ruralistas de diferentes regiões pátrias”, a implicar “a honra deferida aos tupãenses, recepcionar o Dr. Lorival Ferreira dos Santos, avantajando a relevância e abreviando o êxito do evento, apoiado pela administração municipal”. Lorival Ferreira dos Santos tomou posse como presidente do TRT-15, o segundo maior do País, em dezembro de 2014.

5. Com fundamento no Decreto-Lei nº 59, de 6 de junho de 1973, a Prefeitura Municipal de Tupã foi autorizada a promover a doação de área de terreno, com 19.643 m², ao Departamento de Previdência da Associação Paulista de Medicina, com sede em São Paulo, capital. A destinação do imóvel é para a construção de dependências físicas para abrigar a sua sede própria e outros melhoramentos de interesse dos associados médicos, sendo-lhe fixado, para tanto, o prazo de um ano. O Decreto-Lei nº 59 foi aprovado pelo prefeito Idenolphi Semeghini [foto], uma vez que no prazo de 40 dias previsto na legislação vigente à época, a Câmara Municipal de Tupã não deliberou sobre o assunto, tratado no Projeto de Lei nº 47

1973.
6. No então chamado “terrão”, campo localizado na Vila das Indústrias, posa uma das mais qualificadas formações da Sociedade Esportiva Industrial, com invejáveis participações e conquistas no futebol amador de Tupã. De pé, da esquerda para a direita, Shirley, Zinho, Dito, Puruca, Nenê , Borbalan, Mauricio, Nenê Muritiba e Adair de Oliveira. Agachados, Di, Taturana, Sabino Preto, Jairzinho e Milton.

[Contato com a Coluna? E-mail: dacajur@hotmail.com]

[David de Castro é servidor público municipal - 1973 - 2016]


Religião
Começa hoje o período da Quaresma

          A comunidade católica de Tupã já se prepara para as celebrações da Quaresma, período que será iniciado hoje, dia 10, quarta-feira de Cinzas, prosseguindo até o dia 20 de março, domingo de Ramos. Nesse período os católicos iniciam uma consagração espiritual de quarenta dias.
A Quaresma terá lançamento hoje, cujo tema será: “O Concílio Vaticano II, cinquenta anos depois. Uma revisitação do ponto de vista espiritual”. A celebração será realizada pelo frei capuchinho Raniero Cantalamessa. As reflexões do pregador da Casa Pontifícia acontecerão a partir da sexta-feira da semana que vem, 19 de fevereiro, às 9 horas da manhã, na Capela “Redemptoris Mater”, no Vaticano.
Os encontros serão dirigidos aos cardeais, arcebispos, bispos, prelados da Família Pontifícia, da Cúria de Roma e do Vicariato de Roma, superiores gerais ou procuradores das ordens religiosas, prosseguirão nas sextas-feiras da Quaresma, 26 de fevereiro, e 4, 11 e 18 de março.

Entenda a data

A data em que ocorre o carnaval é diretamente relacionada aos festejos de Páscoa. São 40 dias entre a quarta-feira de Cinzas e o domingo de Ramos, que dá início à Semana Santa (sete dias antes do domingo de Páscoa). Ou seja, o carnaval acontece 47 dias antes da Páscoa e não 40 dias. Como o feriado da Páscoa é variável, a data do carnaval também segue essa variação.
Com base em relatos bíblicos e históricos, os católicos acreditam que a ressurreição ocorreu em um dia de lua cheia, próximo ao equinócio da Primavera no hemisfério Norte (que corresponde ao equinócio de Outono no hemisfério Sul). No ano 325, a Igreja Católica realizou o Concílio de Niceia e decidiu que a Páscoa seria celebrada sempre no domingo subsequente ao surgimento da primeira lua cheia após o equinócio da Primavera.
O carnaval também é uma data de origem religiosa: a expressão em latim carne vale significa “adeus carne”. Na tradição católica, a terça-feira de carnaval é o último dia onde se permite o consumo de carne. Na quarta-feira de Cinzas, inicia-se o jejum da quaresma.

Feriado
Embora o comércio tenha o hábito de fechar as portas desde o sábado que antecede a terça de carnaval até o meio-dia da quarta-feira de Cinzas, não existe nenhuma lei federal que institui as datas como feriados nacionais.
Nos locais em que não existe lei sobre o tema, muitas empresas tradicionalmente fazem a opção de conceder folga aos empregados. A prática, porém, não é uma obrigação e precisa ser negociada. Em alguns casos, são realizados acordos individuais ou coletivos para compensação desses dias. Em Tupã, por exemplo, as lojas fecharam ontem e hoje, quarta-feira. Em compensação, estarão abertas no feriado de 9 de julho.

Quaresma
A quaresma é o tempo litúrgico de conversão que a Igreja Católica marca para preparar para a festa da Páscoa. A cor litúrgica deste período é o roxo, que significa luto e penitência. Para a Igreja Católica é um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério pascal.

Quarenta dias
A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito.



Hoje, o lançamento da Campanha da Fraternidade

          A Campanha da Fraternidade 2016 será lançada hoje, quarta-feira de Cinzas, dia 10. O tema desfinido pela CNBB é “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”.
Através do tema e lema tratados, a CF 2016 espera chamar atenção para a questão do saneamento básico, para garantir desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida para todos.
Cada comunidade deve definir suas ações, dentro do tema, para que os objetivos sejam atendidos. Em Tupã, o assunto ainda começa a ser definido.


Digitalização
Programas de inclusão digital apresentam boa demanda

          Por mais que o uso da tecnologia tenha se disseminado entre a sociedade, por meio dos smartphones e aplicativos que “viralizam” o acesso à internet em todas as classes sociais e idades, a inclusão digital oferecida pelos programas sociais continuam apresentando demanda de usuários. Estima-se que em Tupã cerca de 90 pessoas utilizam esses programas de inclusão digital por dia, que são oferecidos pelo projeto Telecentro e Acessa São Paulo.

Telecentro

Os internautas interessados em utilizar os computadores disponíveis pelo Telecentro devem comparecer na sede do projeto, situado na Avenida Tapuias, 907, às segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 7 às 13 horas. Às terças-feiras, o atendimento é reduzido e o Telecentro disponibiliza acesso à internet das 8h30 min às 11h30 min.
A mudança de atendimento aconteceu porque a prefeitura já não conta com os seus antigos funcionários comissionados, que trabalhavam no local que hoje é gerenciado por um estagiário.

Serviços

Segundo as informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Comércio Exterior, pasta que mantém o projeto, cerca de 40 pessoas utilizam por dia um dos 10 computadores disponíveis no Telecentro.
O maior número de acessos refere-se a emissões de notas fiscais paulista. Vale lembrar que o local oferece outros serviços, como pesquisas escolares, formulações e impressões de currículos e cursos on-line, entre outros.

Tempo

Cada pessoa está autorizada a utilizar os computadores no prazo de uma hora. O tempo de permanência de internautas nos computadores só é estendido quando não há demanda para a efetivação de cadastros. Cabe ressaltar que o excesso na demanda de atendimento pode ocasionar filas para o uso dos computadores e demora no atendimento.

Acessa São Paulo

O programa Acessa São Paulo foi reativado em Tupã e funciona na Secretaria Municipal de Cultura, situada no prédio da Biblioteca Municipal “Professor Tobias Rodrigues”. De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Cultura, cerca de 50 internautas utilizam o serviço diariamente.
Foram instalados no local 7 computadores e o projeto conta com a ajuda de um monitor de informática. Cada usuário tem 30 minutos para acessar a internet, mas o prazo pode ser renovado, para mais 30 minutos, caso não haja fila de espera.
O internauta poderá acessar sites de pesquisa e redes sociais. Estão proibidos o uso dos computadores para jogos on-line.
Com o término do carnaval, o secretário Municipal de Cultura e de Esportes, Ricardo Amado, disse que o projeto voltará a atender o público em seu antigo horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 min às 17 horas.


Carnaval
Doações ao Banco de Sangue caem 30%

          É praticamente um pedido de socorro. Com uma demanda maior e menos doadores, os estoques dos bancos de sangue diminuem 30% durante o período carnavalesco. Em feriados prolongados como este, costuma-se aumentar o número de acidentes e traumas com necessidade de transfusão, por exemplo.
A situação não é diferente no Banco de Sangue da Santa Casa, onde o volume de doações já era baixo e agora ficou menor ainda. Neste período, poucos doadores comparecem.

Além de serem poucos, é comum neste período nos hemocentros a recusa de doações. Isso acontece em geral pelo fato de os doadores não se encaixarem em requisitos básicos, como estar alimentado, descansado, não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação ou não fazer parte de grupos de risco para doenças transmitidas pelo sangue, como hepatites B e C, HIV e sífilis, entre outras.
É importante saber que todo o sangue doado é reposto pelo organismo em até 15 dias e não há risco significativo para o doador, inclusive porque antes da doação é feita uma entrevista clínica completa, que detecta com segurança possíveis riscos.
Também é bom saber que o tipo de sangue mais utilizado em transfusão ou emergências é “O” negativo, que é justamente o mais difícil de encontrar e o que se encontra mais em falta.
Para ser um doador, é preciso:
- Sentir-se bem e com saúde.
- Ter entre 16 e 70 anos.
- Autorização de pais ou responsáveis, se for menor de idade.
- Apresentar documento com foto.
- Dormir bem na noite anterior à doação.
- Fazer uma refeição leve antes da doação.
- Não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação.
E após a doação, é bom ter alguns cuidados, como:
- Beber bastante líquido, pois ajuda a repor o volume que saiu do organismo.
- Evitar carregar peso e fazer esforço físico.
- No caso dos fumantes, evitar fumar por, pelo menos, duas horas.
Após a coleta, o ideal é que o doador use o resto do dia para se cuidar, com alimentação saudável e ingestão de líquidos, tendo atenção especial de modo geral.
Os interessados em doar sangue podem ir até o Banco de Sangue da Santa Casa, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 min às 12 horas, na Rua Manoel Ferreira Damião, 444. Para maiores informações o telefone é (14) 3404-5555.


Educação
Cerca de 260 alunos viajam diariamente para Marília

          Com o fim do carnaval, os alunos se preparam para mais uma “volta às aulas”. Agora, para valer. Por isso, aqueles que estudam na cidade de Marília devem ficar atentos em relação ao horário de partida dos ônibus que oferecem esse serviço aos alunos matriculados nas instituições marilienses.
O coordenador das viagens, João Cláudio Silva Souza, explicou que o número de alunos usuários desse transporte aumentou em relação ao ano passado. “Precisou de mais um ônibus em relação ao ano passado. Ou seja, estão indo quatro (veículos)”, disse Souza, ao explicar que cerca de 160 alunos viajam diariamente para Marília.
Já o horário de partida continua o mesmo dos anos anteriores. Os ônibus saem de um ponto de espera, situado aos fundos do Terminal Rodoviário “Geraldo Seiscentos”, às 18h05 min.
Vale lembrar que esse transporte é parcialmente subsidiado pela prefeitura, que paga dois ônibus, ou seja, metade do custo. O restante é rateado entre os alunos.

O coordenador destacou que a mensalidade custa cerca de R$ 140,00. “Mas (o valor) depende do mês, quantidade de dias rodados e do número de alunos”, explicou.
Souza destacou que não foram registrados casos de trotes nas faculdades da cidade de Marília.

Adamantina

Vale lembrar que outros dois ônibus estão fazendo o transporte de cerca de 100 alunos para as faculdades da cidade de Adamantina. Os passageiros devem ficar atentos pois esses ônibus passam em 11 pontos, entre as 18 e 18h30 horas.


HÁ 30 ANOS 10 DE FEVEREIRO DE 1986
As chuvas impediram o desfile de carnaval, ontem

          Estava tudo preparado para que o desfile oficial de carnaval programado para ontem à noite na Tamoios se transformasse em um autêntico sucesso. As alegorias já estavam postadas na Avenida Tamoios, as escolas de samba e os blocos já afinavam os seus tamboris quando, repentinamente, formou-se uma nuvem escura nos céus de Tupã. E em questão de minutos, a chuva caiu torrencialmente, esfriando o ânimo dos carnavalescos e da própria comissão organizadora. Depois da primeira “pancada” de chuva ainda existia gente querendo desfilar, acreditando, talvez, que o mal tempo fosse passageiro. Mas não foi: a chuva continuou, às vezes pesada e às vezes fina, até as 24 horas, impedindo o desfile das escolas de samba.


Trânsito
Após recadastramento, cidade registra 99 mototaxistas regulares

          Com o fim do recadastramento para mototaxistas e taxistas em Tupã, a Secretaria Municipal de Trânsito tem, agora, os registros atuais do número de profissionais que excercem essas funções na cidade. Segundo as informações, no total são 99 mototaxistas regularizados, que podem atuar na cidade, além de 42 taxistas.
Esses profissionais realizaram os devidos procedimentos e renovaram o respectivo alvará de autorização para o exercício da atividade no ano de 2016.
A finalidade do recadastramento é garantir segurança aos usuários e condutores dos serviços na cidade, de acordo com as exigências do Código de Trânsito Brasileiro.

Obrigação
Conforme a lei, o recadastramento anual é obrigatório. Os profissionais que atuam com mototáxi e táxi, que fizeram o recadastramento, estão regularizados.
Quem não cumpriu com a obrigação e segue exercendo a profissão, poderá ter seu alvará cassado.

Queda

Tupã chegou a ter 178 mototaxistas em operação. Quando a atividade foi regulamentada, era grande o interesse. Tanto que foi imposto um limite. Ao longo dos anos, porém, o número foi reduzindo, na medida em que as dificuldades para sobreviver na atividade aumentaram. Isso sem falar na enorme burocracia exigida. Por isso, atualmente a cidade tem apenas cerca de metade dos profissionais de alguns anos atrás.


Loterias
Mega-Sena paga hoje prêmio de R$ 3,5 milhões

          O concurso 1.788 da Mega Sena sorteou as dezenas 03, 13, 42, 45, 56 e 59. Sem ganhadores na sena, o prêmio ficou acumulado em R$ 2.648.319,80, com previsão de pagar, no sorteio da noite de hoje, do concurso 1.789, R$ 3,5 milhões.
O valor acumulado para o próximo concurso de final zero (1.790), com sorteio neste sábado, é de R$ 9.591.266,63. Assim, se não houver ganhadores hoje, o prêmio poderá chegar a R$ 20 milhões.
A quina teve 41 apostas ganhadoras, com R$ 35.064,86. Já a quadra pagou R$ 585,46 para 3.508 apostas.
A arrecadação total foi de R$ 24.935.750,00.

Lotomania

O concurso 1.631 da Lotomania apresentou as seguintes dezenas: 08, 13, 15, 16, 18, 21, 26, 34, 35, 42, 43, 48, 49, 50, 53, 58, 65, 84, 91 e 96. Nenhuma aposta acertou as faixas de zero e nem de 20 acertos, com o prêmio ficando acumulado em R$ 2.418.485,49, podendo pagar, no sorteio da noite de hoje, R$ 2.700.000,00.
O valor acumulado para o sorteio especial de Páscoa chegou a R$ 23.899.954,75.
As demais faixas de prêmios foram: 19 acertos, 8 apostas ganhadoras, com R$ 30.778,77; 18 acertos, 113 apostas, com R$ 2.179,03; 17 acertos, 1.096 apostas, com R$ 140,41; e 16 acertos, 6.784 apostas ganhadoras, com R$ 22,68.
O arrecadação total foi de R$ 5.071.557,00.

Timemania

O concurso 838 da Timemania teve as dezenas 15, 32, 34, 35, 37, 46 e 64. O time do coração foi o River/PI. Nenhuma aposta acertou as sete dezenas, com o prêmio ficando acumulado em R$ 2.921.015,51, com estimativa de pagar, no sorteio de amanhã, quinta-feira, o prêmio de R$ 3.100.000,00.
As demais faixas de prêmios foram: 6 números acertados, 3 apostas ganhadoras, com R$ 31.729,39; 5 números, 216 apostas, com R$ 629,55; 4 números, 3.751 apostas, com R$ 6,00; e 3 números acertados, 30.191 apostas ganhadoras, com R$ 2,00. O time do coração pagou R$ 5,00 para 8.024 apostas.
A arrecadação total foi de R$ 1.745.486,00.

Lotofácil
O concurso 1.320 da Lotofácil sorteou as dezenas: 02 03, 04, 05, 09, 11, 12, 13, 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 25. Três apostas, feitas em Queimados/RJ, Santo Anastácio/SP e São Paulo/SP, acertaram as 15 dezenas, com cada uma recebendo o prêmio de R$ 666.899,87.
A estimativa de prêmio para o próximo concurso, com sorteio na noite de hoje, é de R$ 1.700.000,00.
As demais faixas de prêmios foram: 14 acertos, 235 apostas ganhadoras, com R$ 2.619,57; 13 acertos, 11.172 apostas, com R$ 20,00; 12 acertos, 180.873 apostas, com R$ 8,00; 11 acertos, 992.435 apostas, com R$ 4,00.
A arrecadação total foi de R$ 23.154.492,00.

Loteria Federal

O concurso 5.047 da Loteria Federal teve os bilhetes ganhadores do primeiro prêmio distribuídos para Mogi das Cruzes/SP (série A) e São Bernardo do Campos/SP (série B).
Confira abaixo os resultados:
1º prêmio - 14274 - R$ 600.000,00
2º prêmio - 65456 - R$ 34.000,00
3º prêmio - 75119 - R$ 32.000,00
4º prêmio - 45599 - R$ 30.000,00
5º prêmio - 95914 - R$ 28.400,00.


Parapuã
Adolescente se apresentou no The Voice Kids

          Não foi desta vez, mas o parapuense Léo Souzza, 13 anos, fez bonito ao representar a região no programa The Voice Kids, da TV Globo, no domingo, dia 7. Os técnicos, no entanto, não “viraram a cadeira”, após cantar “Borboletas”, da dupla Victor & Léo.

Léo participou da seletiva paulista, no mês de junho do ano passado. A segunda seletiva foi no Rio de Janeiro, no mês de outubro, quando foi aprovado para a etapa nacional. “Cantar no The Voice Kids é um sonho. Afinal, estou entre os 90 melhores do Brasil”, destacou.

Natural de Parapuã, o cantor mirim teve a difícil missão de soltar a voz e convencer os técnicos a virarem as cadeiras nesta fase da audição às cegas. O júri do programa é formado por Carlinhos Brown, Ivete Sangalo e a dupla sertaneja Victor & Leo.

Perfil

Léo é filho de Osvaldo Pacheco Júnior, funcionário público estadual, e Cláudia de Souza Pacheco, funcionária da prefeitura. O casal conta que o filho começou a mostrar o dom para música desde um aninho de idade. Aos 5 anos, ganhou o primeiro violão. “Nossa expectativa é que ele realize o sonho dele na música”, contou a mãe.

Estudante do 9º ano da Escola Cooperativo em Osvaldo Cruz, o garoto toca violão, viola, guitarra e sanfona. “Ele toca tudo de ouvido”, relatou o pai. Para aprimorar ainda mais o talento, Léo faz aula de música (vocal) e piano e também compõe. “Tudo isso é motivo de muito orgulho para a família”, destacou a mãe.


Câmara Municipal
Servidores terão revisão salarial de 10,67%

          Na sessão da noite de hoje, quarta-feira, da Câmara Municipal, será lido e encaminhado às comissões o projeto de lei complementar 03/2016, que concede revisão geral anual de salários do quadro permanente de servidores, inclusive aos inativos, pensionistas, estagiários e ocupantes de cargos comissionados.

O artigo 1º estabelece que o reajuste será de 10,67%, correspondente ao índice do IPCA/IBGE/2015, a ser aplicado de forma linear.

Já o parágrafo único estabelece que “aplica-se à ajuda de custo para alimentação o índice de revisão aludido no caput, fixando seu valor em R$ 14,04 por dia”.

Na justificativa, a Câmara argumenta que a medida atende ao disposto na resolução 02/2015, que prevê a concessão de revisão geral anual dos salários do seu quadro de servidores, incluindo inativos, pensionistas, estagiários e cargos em comissão. “Há previsão orçamentária para a revisão ora proposta, bem como margem necessária entre os valores que se seguirão à revisão e os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, aos gastos com pessoal”.


Clima
Pancadas podem ocorrer até sábado

          O tupãense ainda deve ficar atento com o tempo. O serviço de meteorologia, através do site Climatempo, prevê que Tupã e região devem registrar pancadas até o próximo sábado.
Além disso, as temperaturas estarão muito altas. Hoje, por exemplo, a máxima será de 35 graus, com mínima de 24. A possibilidade de pancadas é de 99%, com volume de apenas 7 mm.
Amanhã, quinta-feira, a situação não muda muito. A temperatura máxima, porém, baixa para 33 graus, com mínima de 23 graus. Há 98% de possibilidade de chuva, com até 8 mm.

Na sexta-feira, a temperatura estará mais amena, com mínima de 20 e máxima de 30 graus. A possibilidade de chuva é de 60%, com volume de 15 mm.
No sábado, a temperatura terá mínima de 19 e máxima de 31 graus centígrados. Existe apenas 60% de chances para chuva, com volume de somente 5 mm.
Finalmente, no domingo não chove, com temperatura máxima de 34 e mínima de 23 graus.


‘Escola da Fotografia’
Projeto depende de recursos para ser viabilizado

          O projeto de reforma e ampliação do prédio da antiga Escola Estadual “Raul de Mello Senra” foi anunciado mas até o momento não foi iniciado. O objetivo é utilizar o espaço, hoje desocupado, ao lado da Etec “Professor Massuyuki Kawano”.
Pelo fato de Tupã apresentar potencial no setor fotográfico, a municipalidade, em parceria com o governo estadual, iniciou um projeto com o objetivo de transformar a estrutura da antiga escola em um centro para projetos fotográficos, com aulas voltadas a um dos segmentos que mais gera empregos no município.
Para formalizar o acordo, a Prefeitura de Tupã criou o projeto e o mesmo foi analisado pelos órgãos estaduais. O documento foi aprovado e o governo estadual liberou recursos da ordem de R$ 700 mil para o início dos trabalhos. Porém, sem condições financeiras, como resultado da forte recessão na economia, a prefeitura não consegue arcar com as despesas de contrapartida. Com isso, o projeto continua paralisado.

Obras
Apesar disso, o prefeito Manoel Gaspar ainda tem esperança de pelo menos iniciar o projeto, para que o mesmo possa ser completado depois, utilizando para isso o prédio da antiga escola “Raul”, cujo espaço seria interligado com o prédio da Etec “Professor Massuyuki Kawano”.
O prédio da antiga escola “Raul de Mello Senra” conta com 1.376 metros quadrados. No local, serão construídas mais duas salas de aula. As obras contemplarão ainda a reforma e cobertura da quadra esportiva e a construção de um estacionamento para os funcionários e alunos da instituição.

Alunos
Hoje a Etec “Professor Massuyuki Kawano” oferece diversos cursos técnicos, aulas de ensino médio e possui cerca de 1,2 mil alunos de Tupã e região. Após a execução do projeto, a previsão é de que cerca de 200 novas vagas sejam abertas para os alunos interessados em iniciar os estudos voltados para o setor de fotografia.


Crônicas
População perplexa
Concisa reflexão

          A população não entende como a política de modo acelerado tem relevado atos que contrariam o senso do razoável e da moralidade ao tomar conhecimento de que alguém envolvido num escândalo de ordem criminosa recebe apoio e proteção de outrem que também pode estar comprometido. O pensamento do povo é coerente na medida que até quem tem o dever de ofício de denunciar e combater o crime que desfalca o patrimônio público, de alguma forma, levanta a voz em defesa do investigado.
E então, tomando-se por base o apoio que é declarado em favor de um possível infrator, precisamente por quem tem o dever legal e funcional de colaborar para a descoberta do crime, que presentemente tem-se a impressão que no País está se implantando a impunidade dos políticos.
Desta forma, tem-se que quem ainda guarda um relativo distanciamento com as investigações está se esforçando para ver quem já tem real envolvimento, manter-se intocável e livre de possível prisão, o que é lamentável, uma vez que esta conduta representa um exemplo negativo que pode influenciar na sociedade.
Destarte, saber que existe este tipo de conluio entre os políticos é uma situação que cria uma sensação de fraqueza e incerteza na população, na medida que cresce a ideia de que não há mais em quem confiar ou acreditar, uma vez que a defesa de interesse pessoal tem prevalecido sobre o interesse público.
Neste contexto, é bastante lógico imaginar que o desmando e a despreocupação com a preservação do patrimônio público existe. Há até quem imagina que entre os políticos existe um pacto para um proteger o outro, seja qual for a situação. Que os componentes deste pacto são membros de uma organização criminosa que idealizou permanecer no poder de modo revezado e fraudando o País.
Não é ilógico pensar então que este tipo de político se acha intocável e imune aos efeitos da lei, o que traduz um péssimo exemplo para nossos jovens que gostariam de viver num País em que o forte fosse a preservação da moralidade e da honestidade. Assim, é desalentoso saber que há empenho conjugado dos pares para sair um em defesa de outro, precisamente para que as investigações da Polícia Federal no caso dos atos de corrupção da Petrobras, não atinja ninguém de modo indelével, a ponto de causar situação constrangedora.
A argumentação acima esboçada tem como fonte a matéria publicada no jornal Estado de São Paulo, noticiando que o governo tem se preocupado em blindar seu antecessor para poupá-lo das investigações que dele se aproximam, o que é deverasmente um ato baseado no indesejável fisiologismo político.

(*) Dr. Emílio Gimenez é juiz titular da
3ª Vara Cível da Comarca de Tupã



Academia acessível continua sem uso

          Inaugurada no mês de outubro de 2014, a academia adaptada para deficientes físicos, construída com recursos públicos orçados em cerca de R$ 20 mil, nunca foi utilizada pela população para a qual é dirigida.
Por meio de um acordo com a Apdett (Associação dos Portadores de Deficiência da Estância Turística de Tupã), a prefeitura se comprometeu em construir uma cobertura no local, para atender os usuários da academia, porém, esse trabalho ainda não aconteceu, por falta de recursos, e os equipamentos doados continuam expostos ao ar livre.
O problema é que esses aparelhos de ginástica que não estão sendo utilizados, podem enferrujar e deteriorar, comprometendo o seu uso.
A academia não apresenta movimentação de usuários por dois motivos: o primeiro é a falta de cobertura no local, fato que expõe os deficientes físicos ao sol e a chuva - o que compromete a realização de atividades físicas. O segundo é a falta de condicionamento que os deficientes possuem para manusear os aparelhos de ginástica. Para muitos, os equipamentos são pesados e não podem ser utilizados.
Para solucionar esse problema, a Apdett buscou firmar uma outra parceria com a Prefeitura de Tupã e solicitou aulas de um educador físico. As aulas estavam previstas para acontecer na Amae II (Academia Municipal de Artes e Esportes). Contudo, o prédio da academia está em reforma e o educador físico foi exonerado assim como outros funcionários que assumiram cargos de confiança.
Por causa desses impedimentos, a academia adaptada para os deficientes físicos deverá continuar sem uso, ainda mais agora que a prefeitura executa um programa de contigenciamento de despesas e reduziu os seus investimentos. As obras da Amae II deverão ser concluídas até o final deste semestre, para receber os jogos regionais que acontecerão na cidade. Até o momento, não se sabe quando a prefeitura poderá contratar novos funcionários comissionados. Também não há expectativa de quando a prefeitura terá condições financeiras para investir nas obras de cobertura do local.

Vale lembrar que o espaço destinado para a construção da academia possui 951 metros quadrados. Deste total, cerca de 300 metros quadrados foram destinados para a construção da nova sede da Apdett.


sobe.gif (937 bytes)


| Home | Economia | Geral | Sociedade | Policial | Esportes | Política | Variedades |Expediente |E-mail

Hosted by UNISITE - Todos os direitos Reservados