jdiario@diariotupa.com.br


Pastoral da Moradia fomenta inclusão social

          Para atender as famílias de baixa renda que residem em casas precárias, não raro correndo riscos, a Pastoral da Moradia desenvolve ações sócio-assistenciais com o objetivo de proporcionar melhorias na qualidade de vida dessas pessoas, seja por meio de construções e reformas em casas mal estruturadas, como no atendimento psicossocial de seus assistidos.
Cerca de 70 famílias se encontram cadastradas nos arquivos da Pastoral. Atualmente, a entidade luta para manter suas despesas, visto o alto investimento empenhado para o custeio dos materiais de construção, que constantemente recebem reajustes em seu preço de tabela.
Para executar os serviços, a entidade recebe o apoio da Prefeitura de Tupã, que faz o pagamento dos profissionais, das demais entidades sócio-assistenciais, voluntários e com os dízimos das paróquias pertencentes à igreja católica, que contribuem com este projeto que, em um ano, já atendeu mais de 400 famílias.

Participação

Para ser beneficiado com os trabalhos da Pastoral da Moradia, o solicitante deve possuir imóvel próprio e se cadastrar na entidade. Após o cadastro, os profissionais da entidade executam uma triagem com a família a ser atendida, dando prioridade para as que possuam crianças, idosos e portadores de deficiência. “A família deve comprovar que não possui condições de arcar com as despesas da construção”, disse a assistente social da entidade, Denise Adriana Bonjardim.

Acordo

Como a demanda de atendimentos tem aumentado nos últimos anos, a Pastoral oferece subsídios às residências, por meio de acordos pré-determinados. “Quando a família possui a mão de obra, fornecemos o material. Se ela possui o material, nós oferecemos a mão de obra”, frisou Denise. “Neste ano, entregamos algumas residências e outras estão em andamento”, acrescentou.
A assistente social destacou que uma das construções em andamento pertence ao sorveteiro Eribaldo Vieira, que no mês de junho deste ano perdeu sua casa, localizada na Rua Assur Bitencourt, 503. “Sua residência foi atingida por um incêndio e ficou completamente destruída”, ressaltou. A casa de Eribaldo é construída pela Pastoral da Moradia em parceria com a Associação dos Vicentinos de Tupã.

Acompanhamento

Para atender as necessidades dos assistidos, a Pastoral não oferece apenas o auxílio na construção das residências, mas também serviços psicossociais, onde as famílias recebem os atendimentos fornecidos por uma assistente social e por uma psicóloga.
Denise relatou que o objetivo da Pastoral da Moradia é atender as famílias e incluí-las na rede de atenção básica. “Nós analisamos cada situação e encaminhamos as famílias para um atendimento específico, seja na área da saúde e assistência social, entre outras. Nós fazemos a inclusão social e ajudamos na construção de uma moradia digna”, afirmou.

Grupo de
Convivência
Outro trabalho executado por meio da Pastoral da Moradia é com o grupo de convivência formado por cerca de 20 idosos, com idades acima de 60 anos, no Conjunto Habitacional “Antônio Pereira Gaspar”, com sede na Associação de Moradores “Nova Esperança”, localizada na Rua Maria Grespan Magron, 560. As atividades ocorrem às terças-feiras, das 14h30 min às 16h30 min.
No dia 2 de dezembro, às 20 horas, a Pastoral da Moradia fará o encerramento das atividades de 2014, juntamente com os participantes do projeto, onde estarão expostos os trabalhos artesanais produzidos pelos idosos assistidos pela entidade. Vale lembrar que este trabalho é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do “setor B”, membros da Associação de Moradores e Central de Penas e Medidas Alternativas.

Doações
As pessoas que se interessarem em contribuir com os trabalhos da Pastoral da Moradia, poderão fazer doações de materiais de construção para o custeio das despesas, às segundas e quartas-feiras, das 13 às 18 horas. A entidade está localizada na Rua Leopoldo Davoli, 325, Bairro Tupã Mirim I. O telefone é o 3496-1541.


ROTATÓRIA
Prefeitura executa calçamento de passeio

          Atendendo solicitação dos moradores, a Prefeitura de Tupã, através da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, iniciou na segunda-feira, dia 17, o calçamento de um dos lados da Avenida Marechal do Ar Eduardo Gomes, nas proximidades da Granol e da Creche Municipal “Manoel Campos Ruiz”.
O calçamento terá 227 metros de comprimento por 1,5 metro de largura. Serão plantados em breve 227 metros quadrados de grama para melhorar o aspecto paisagístico do local.
Segundo o secretário de Obras, Danilo Aguillar Filho, o calçamento daquele trecho é um sonho antigo dos moradores e de pais de alunos da creche, que diariamente, na condição de pedestres, corriam o risco de serem atropelados por terem que atravessar uma via pública de grande fluxo de veículos, ou caminhar pelo asfalto competindo com os carros, tendo em vista a falta de calçada, irregularidade do terreno onde deveria ter calçada e, frequentemente, grande acúmulo de mato.
Além de atender a creche municipal, o secretário Danilo ressaltou que o calçamento daquele trecho da Avenida “Marechal do Ar Eduardo Gomes” proporcio-nará mais segurança a um grande número de pedestres.
A Avenida “Marechal do Ar Eduardo Gomes” é a principal via de acesso ao município de Arco-Íris, represa Sete de Setembro, novo loteamento Reserva Tupã, bem como ao Aeroporto Estadual “Faria Lima”. Por isso a movimentação de veículos é intensa.
Vale destacar que é mais uma prioridade da população tupãense sendo atendida pelo prefeito Manoel Gaspar.



BC aumenta limite mensal das contas simplificadas para R$ 3 mil

          O Banco Central (BC) publicou - e já está valendo - norma aumentando de R$ 2 mil para R$ 3 mil o limite máximo de saldo mensal permitido para as contas simplificadas.

As contas simplificadas foram criadas para estimular a inclusão da população de baixa renda no sistema financeiro. Elas têm abertura facilitada, limites na movimentação, não fornecem talão de cheques e têm restrições à cobrança de tarifas.

Além de elevar o saldo mensal, o BC aumentou de R$ 5 mil para R$ 6 mil o limite para bloqueio das contas simplificadas. Caso o saldo ou o somatório dos depósitos exceda esse patamar mais de duas vezes a cada ano, a conta é bloqueada pela instituição financeira para verificação do motivo.
De acordo com dados do Banco Central, existem, atualmente, cerca de 8 milhões de contas simplificadas de depósitos à vista, e cerca de 3 milhões de contas simplificadas de poupança.


Papai Noel dos Correios
Agência de Tupã recebeu 151 cartinhas

          Realizada há 25 anos, a campanha Papai Noel dos Correios tem como principal objetivo responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que estão em situação de vulnerabilidade social.
Até a tarde de ontem, foram selecionadas, na agência de Tupã, 151 cartas, sendo que deste total 62 já foram adotadas.
As cartas serão recebidas pelos Correios até o dia 5 de dezembro. As cartinhas podem ser deixadas em qualquer agência dos Correios ou depositadas em uma caixa de coleta. A adoção das cartas pode ser feita até o dia 12 de dezembro. Para adotar uma cartinha, qualquer cidadão pode se dirigir à agência central dos Correios, na Rua Goitacazes, ler as cartinhas e escolher aquela que mais lhe tocar. Depois, basta o padrinho deixar o presente nessa mesma agência e os próprios Correios se encarregam de entregá-lo à criança.

O projeto
O projeto Papai Noel dos Correios nasceu de forma espontânea entre os próprios empregados dos Correios. Todo final de ano haviam crianças que mandavam cartinhas ao Papai Noel pelos Correios. Aquelas cartas, com sonhos infantis, sensibilizavam muito os empregados. Muitos deles se organizavam e adotavam aquelas cartinhas voluntariamente, por meio de ação solidária entre os próprios colegas. Com o passar do tempo, essa ação cresceu, se disseminou na empresa e tomou proporções que levaram os Correios a abraçarem a ação de forma oficial, institucional.
O projeto tornou-se corporativo em 1997 e hoje é considerado uma das maiores ações de responsabilidade social do País. No início, os empregados mesmo se organizavam para adotar as cartas e, dentro de suas possibilidades, atendiam os mais diversos tipos de pedidos. Com o maior número de cartas, cresceu a diversificação de pedidos. Com isso, houve necessidade de criar diretrizes para o projeto justamente para que ele se consolidasse e fosse mantido. Hoje, ele funciona com o intuito especial de manter o espírito natalino e não o aspecto assistencial.

Como funciona
A Campanha Papai Noel dos Correios ocorre em todas as 28 Diretorias Regionais, em todo o Brasil. Trata-se de uma ação corporativa considerada uma das maiores ações de responsabilidade social do País. Nos últimos três anos, em todo o País, foram recebidas 3,1 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 1,9 milhão atendiam aos critérios da campanha e quase 74% foram adotadas, o que equivale a 1,4 milhão de cartas. Na Diretoria Regional dos Correios São Paulo Interior, que abrange todo o interior do Estado, em 2013 foram selecionadas e cadastradas 89 mil cartinhas, e destas, 60 mil foram atendidas.

O projeto
O projeto é direcionado para as crianças de até 10 anos de idade. São selecionadas cartas preferencialmente com pedidos de brinquedos, mas também são aceitos pedidos de material escolar e roupas. Não são selecionadas cartas com pedidos de cestas básicas ou qualquer produto alimentício e não é permitida a doação de alimentos. As cartas devem ser manuscritas porque o projeto também ganhou um objetivo educacional, que é o de incentivar a escrita. Essas cartas são lidas e triadas pelos próprios empregados dos Correios. Em seguida, são disponibilizadas para adoção nas agências dos Correios.


Cultura
Inscrições foram prorrogadas para o dia 25

          Os interessados em participar do 2º Festival de Música Raiz, promovido pela Prefeitura de Tupã, por meio da Secretaria Muncipal de Cultura, ainda podem conseguir isso. É que o prazo de inscrições foi novamente prorrogado e será estendido até a próxima terça-feira, dia 25.
O evento cultural ocorrerá entre os dias 27 e 29 de novembro, a partir das 19h30 min, no Espaço Cultural “José Anselmo Filho - Zé Pretinho”, na Praça da Bandeira.

Inscrições
As inscrições deverão ser realizadas por e-mail, pessoalmente ou via Correios (Sedex), com entrega/envio dos envelopes lacrados e protocolados até o dia 25 de novembro.
A ficha de inscrição assim como o edital se encontram no site: www.tupa.sp.gov.br.
Outras informações poderão ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura, localizada na Avenida Tamoios, 1.685, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

Participantes
Poderão se inscrever para concorrer ao trófeu “Flávio Delisa” - que será entregue ao campeão do evento -, pessoas físicas, jurídicas, cantores, músicos em solo, dupla ou trio, e demais profissionais da área. Os participantes poderão escolher até três músicas para apresentar durante o festival. Vale lembrar que a primeira música será usada para aquecimento e a segunda para participação na competição das eliminatórias, que serão realizadas nos dias 27 e 28 de novembro.
A terceira música escolhida será usada para os classificados para a final, que ocorrerá no dia 29 de novembro. As músicas deverão possuir tempo de execução de até 5 minutos. Vale lembrar que, anteriormente, o edital solicitava que no momento da inscrição os participantes deveriam apresentar um documento em mídia digital gravado em um CD ou pen drive, contendo as músicas escolhidas e executadas pelo participante, fotos e um DVD com a gravação de apresentação realizada pelo participante. “Agora, estes requisitos não são mais solicitados”, disse o membro da comissão organizadora, Ângelo Neto. “Estamos com uma boa expectativa para o evento e já contamos com uma boa presença de pessoas inscritas”, acrescentou. A quantidade de inscritos não foi divulgada pela comissão organizadora pois, segundo as informações, esses dados estariam arquivados no computador do secretário de Cultura, Charles dos Passos, que estava em viagem na tarde de ontem.

Premiação
Vale lembrar que os 10 melhores candidatos receberão prêmios que estão assim estipulados pela comissão: 1º lugar, R$ 3 mil mais a produção de um vídeo clipe de uma música; 2º lugar, R$ 2 mil; 3º, R$ 1,5 mil; 4º, R$ 1 mil; 5º, R$ 500,00. Os que ficarem entre a 6ª e 10ª colocação receberão como prêmio a quantia de R$ 100,00. Somados, os prêmios equivalem à quantia de R$ 8,5 mil.



Novembro somou 45,5 mm de chuvas até ontem

          Ainda é pouco. Mas a quantidade de chuvas neste mês, até a data de ontem, foi suficiente para alegrar o tupãense, que sentiu o alívio do clima quente e seco dos últimos dias. E põe seco nisso. Após quase 20 dias sem chuvas, finalmente na tarde da última quarta-feira o tupãense recebeu um pequeno alívio, após o registro de uma chuva rápida, típica de Verão. Apesar de ainda não ter iniciado a nova estação, as últimas pancadas de chuva têm sido assim: rápidas e em menor volume.
Segundo os dados apurados por Raul Constantino, no pluviômetro instalado nos transmissores da Rádio Tupã AM, proximidades do trevo principal de Tupã, novembro registrou até ontem o total de 45,5 mm de chuvas. Foram 5 dias de precipitações neste mês, sendo os dias com maiores índices no início do mês, dia 3, e ontem, dia 20. De modo geral, choveu no dia 3, 20 mm; dia 6, 2 mm; dia 8, 5 mm; dia 13, 1 mm; e dia 20, 17,5 mm.

Final de semana
E há ainda a previsão de novas chuvas. O final de semana em Tupã deverá ser chuvoso, já a partir de amanhã, quando a meteorologia prevê 80% de possibilidade de precipitações. Para hoje, o tempo deverá ficar encoberto, sem chuvas, com máxima de 34 graus e mínima de 22 graus.
Sábado e domingo deverá chover. As máximas ficarão entre 31 e 33 graus e mínimas entre 21 e 22 graus.

Semana
O começo da próxima semana também deverá ser de chuva. Há previsão de novas pancadas para segunda, terça, quarta e quinta. O tempo deverá ainda ficar nublado na sexta da semana que vem. Também as temperaturas deverão cair. A máxima para a próxima semana ficará entre 27 e 29 graus. Já a mínima ficará entre 17 e 22 graus.



Comerciários vão a Brasília para zelar por seus direitos

          O vereador Amauri Mortágua, presidente do Sincomerciários de Tupã e região, o também tupãense Luiz Carlos Motta, presidente da Federação estadual dos comerciários de São Paulo e Márcia Caldas, presidente do Sincomerciários da região de São José do Rio Preto, estiveram em Brasília, representando os trabalhadores no comércio, na terça e quarta-feira, para acompanhar os anúncios de mudanças que estão sendo propostas neste momento, com o objetivo de zelar, preservar e garantir a manutenção dos direitos da categoria profissional que representam.
Motta disse ser necessário que os trabalhadores se façam presentes e representados junto aos membros do Congresso Nacional neste momento de transição legislativa, para acompanhar as propostas que estão sendo apresentadas em fim de legislatura, época muito propícia para acelerar alguns projetos engavetados.
O vereador Amauri Mortágua acrescentou que o preço da manutenção de direitos e conquistas é a eterna vigilância, sendo que estas visitas, que são realizadas periodicamente pelos representantes dos comerciários, têm obtido bons resultados, não só na aproximação dos representantes da categoria com os parlamentares e setores do governo, como também para demonstrar os interesses desse setor, o que resultou na aprovação, no ano passado, da regulamentação da categoria, luta que demorou séculos e que só foi concretizada graças a este trabalho de aproximação e diálogo com o Congresso Nacional.
Amauri destacou que o fato de ser vereador e dos comerciários terem eleito 12 vereadores através da corrente comerciária, no Estado de São Paulo, tem contribuído muito para estreitar estes laços e obter conquistas, razão pela qual a corrente deverá lançar um número recorde de candidatos nas próximas eleições municipais.
No Congresso Nacional reuniram-se e debateram com inúmeros parlamentares, destacando-se conversações com o deputado federal Vaz de Lima, que é membro da Comissão Mista do Orçamento do Congresso, na qual estão sendo discutidas, nesta semana, as propostas de redução dos gastos públicos para serem aplicadas de imediato, sendo que setores do governo pretendem reduzir conquistas sociais, como o seguro-desemprego, auxílio saúde e outros benefícios, trazendo a conta, mais uma vez, para ser paga pelos trabalhadores.
O deputado federal Vaz de Lima se comprometeu a apoiar e se manifestar no sentido de impedir que tais medidas sejam implantadas.
Com o deputado federal Arnaldo Faria de Sá, a discussão foi sobre a movimentação legislativa para o fim do fator previdenciário, sistema que cria condições desfavoráveis para todos os que se aposentam, sejam trabalhadores, empresários, profissionais liberais ou contribuinte individual, sendo que, logo após, os proventos ainda vão sendo diminuídos em seu valor, ano a ano, sendo necessário, sem dúvida alguma, um reestudo do sistema para que aqueles que contribuem para o desenvolvimento do País não sejam severamente penalizados no momento que mais precisam de assistência.



Estudo afirma que custo global da obesidade atingiu US$ 2 trilhões ao ano

          Londres (AE) - O custo global da obesidade subiu para US$ 2 trilhões anualmente - quase igual ao custo gerado pelo tabagismo ou o impacto combinado da violência armada, guerras e terrorismo, segundo um estudo divulgado ontem pelo Instituto Global McKinsey.
O relatório da empresa de consultoria se concentrou nos aspectos econômicos da obesidade e calculou que o problema provoca impacto de 2,8 pontos porcentuais no Produto Interno Bruto (PIB) global. “Obesidade não é apenas um problema de saúde”, afirmou um dos autores do estudo, Richard Dobbs. “Mas é um grande desafio econômico e de negócios”, acrescentou.
O instituto informou que 2,1 bilhões de pessoas, cerca de 30% da população mundial, estão com sobrepeso ou obesidade. Além disso, esse aspecto representa 15% dos custos com a saúde em economias em desenvolvimento.
Em mercados emergentes, conforme os países ficam mais ricos, a taxa de obesidade sobe para o mesmo nível encontrado em países mais desenvolvidos. O relatório faz uma previsão alarmante de que quase metade da população adulta mundial estará com sobrepeso ou obesa em 2030, caso a tendência atual prossiga. “Estamos em uma trajetória infeliz”, afirmou Dobbs para a Associated Press. “Temos de agir.”
O autor do relatório argumenta que os esforços para lidar com a obesidade são fragmentados e que é necessária uma resposta sistêmica. O Instituto McKinsey afirmou que não há soluções simples ou únicas para o problema e alertou que um desentendimento mundial sobre como avançar na questão está prejudicando o progresso. A análise pretende oferecer um ponto de partida sobre os elementos de uma possível estratégia.


Saúde
Último ‘Dia D’ da campanha contra pólio ocorre amanhã

          A Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e seguimento de sarampo prossegue na cidade. Amanhã, sábado, a Secretaria de Saúde de Tupã realiza o segundo dia “D” da Campanha Nacional contra a Paralisia Infantil ou Poliomielite. O objetivo da iniciativa é manter o País livre do poliovírus.
Por isso, é necessário que crianças de seis meses a menores de cinco anos recebam a gotinha. Neste dia, 22 postos de saúde estarão atendendo das 8 às 17 horas.
A campanha continua até o dia 28 de novembro, mas para atender toda a demanda estão sendo realizados os dias “D”. O primeiro foi realizado no último dia 8. Vale lembrar que as mães que já levaram os seus filhos no primeiro dia “D” da campanha, não precisam levá-los novamente neste sábado, pois trata-se da mesma campanha. Portanto, apenas as crianças que ainda não tomaram as vacinas é que deverão comparecer nos postos de saúde neste sábado, segundo dia “D” da campanha.
Nem todos os pais conseguem levar seus filhos aos postos de saúde durante a semana, por isso são realizados os dias “D”.

Registros

A meta de Tupã é vacinar 80% das crianças na faixa etária estabelecida.
Segundo a Secretaria de Saúde, até ontem foram vacinadas centenas de crianças, dentro da campanha contra a pólio e sarampo. A pasta já atingiu mais de 60% do público-alvo vacinado. Este sábado deverá ajudar atingir a meta.
A campanha contra a poliomielite atingiu até o momento 64% das crianças. No total, foram imunizadas 2.041 crianças dentro da campanha contra a poliomielite e 1.736 da tríplice viral (sarampo). Foi possível atingir a cobertura de 64% do público alvo da pólio e 61% da tríplice viral.
A vacina contra a pólio é destinada às crianças com idades entre 6 meses a 4 anos 11 meses e 29 dias. Em Tupã, a meta é vacinar 3.223 crianças desse público.
Já a campanha de seguimento contra o sarampo tem como público-alvo crianças com idade entre 1 e 4 anos, 11 meses e 29 dias. A meta é vacinar 2.839 crianças moradoras de Tupã nesta faixa etária.
Para participar da campanha, é preciso apenas apresentar a carteirinha de vacinação.

Informações
A campanha continua em todas as unidades de saúde até o dia 28. Amanhã, portanto, estarão abertas todas as unidades até as 17 horas, quando acontece o segundo dia “D” da campanha.
É importante que os pais ou responsáveis compareçam nas unidades de saúde com a caderneta de vacinação dos filhos, para atualização.
As informações sobre os postos de vacinação podem ser obtidas na Secretaria de Saúde, no telefone (14) 3404-2200.


Acessibilidade
Academia foi inaugurada sem ter sido concluída

          Inaugurada no dia 1º de setembro, na Vila Marajoara, a Academia para Portadores de Necessidades Especiais ainda não está em condições de atender os deficientes físicos que pretendem melhorar seu condicionamento físico.
As atividades ainda não foram iniciadas, por conta da falta de estrutura. Na situação atual, não é possível utilizar os equipamentos instalados ao relento. Na verdade, o projeto não foi concluído pela Prefeitura de Tupã.
É preciso ainda fazer o cercamento do terreno e a cobertura. Sem isso, a obra é inútil. Enquanto esses trabalhos não forem iniciados e concluídos no espaço de 951 metros quadrados, não haverá condições de proporcionar a prática de atividades esportivas para os deficientes físicos.
A presidente da Associação das Pessoas com Deficiência da Estância Turística de Tupã (Apdett), Maria Helena Mozena, disse que a primeira medida será providenciar o cercamento do terreno. Para isso, uma parceria foi firmada entre a entidade associativa e a Prefeitura de Tupã.

Por conta da insuficiência de recursos por parte da prefeitura, um acordo foi firmado, sendo que a entidade associativa arcou com as despesas dos materiais de construção. A prefeitura deverá ceder a mão de obra necessária para cercamento do empreendimento que, após dois meses, ainda se encontra inacabado. “Fizemos a nossa parte. Compramos os materiais necessários e alguns nos foram doados por parceiros da associação. Agora esperamos pelos serviços da prefeitura”, disse a presidente da Apdett, Maria Helena Mozena, ao salientar que os recursos investidos pela entidade somam a quantia de cerca de R$ 5 mil.
Prestação de contas

Maria Helena informou que os investimentos só foram possíveis por conta do cadastro que a associação possui na CPMA (Central de Penas e Medidas Alternativas). “A CPMA aprovou o projeto ‘Cantinho da Acessibilidade’ quando este ainda não passava de um sonho da juíza de Direito da Vara de Execução Criminal, Josiane Patrícia Cabrini, e juiz da Vara Criminal, Fábio José Vasconcelos, ambos da Comarca de Tupã”, frisou.

A presidente relatou que a Apdett possui os comprovantes de prestação de contas aos juízes. “Temos todos os comprovantes das despesas efetuadas pela Apdett, que são vistoriadas e analisadas pelo contador e enviadas para a Receita Federal, onde somos registrados pelo CNPJ 07.222.971/0001”, ressaltou.

Preparação

A presidente destacou que após a conclusão do cercamento do terreno, um trabalho de preparação deverá ser feito por um dos profissionais da Secretaria de Esportes. Os deficientes deverão passar por um trabalho de adequação, antes de começarem a utilizar os equipamentos da academia. “Os equipamentos exigem muito esforço físico dos praticantes. Por isso, eles precisam se preparar antes de fazer essas atividades físicas, que não podem ser executadas de ‘uma hora para outra’, para não comprometer a saúde”, explicou.

Estrutura

Depois do cercamento, a academia adaptada deverá ainda ser coberta. No local também será construída a sede da Associação das Pessoas com Deficiência da Estância Turística de Tupã (Apdett).
O espaço conta com equipamentos de musculação adaptados para pessoas com deficiência, com máquinas de tríceps, de bíceps, supino vertical, de remada sentado, abdominal, twist, jogo de barras, jogo de barras paralelas, giro de punho e bicicleta de mão.

Até o momento, a Secretaria Municipal de Assistência Social não concluiu o censo sobre o número de pessoas com deficiência no município, porém, dados da ONU (Organização das Nações Unidas) dão conta de que cerca de 10% da população brasileira possuem algum tipo de deficiência física.



Para ministro Gilmar Mendes, mensalão é ‘pequenas causas’ frente à Lava Jato

          Brasília - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), comparou ontem as investigações na Operação Lava Jato ao processo do mensalão. Citando os valores envolvidos nos dois casos, o ministro afirmou que “agora, a ação penal 470 (mensalão) teria de ser julgada em juizado de pequenas causas, pelo volume que está sendo revelado” na Operação Lava Jato, que está revelando um esquema de corrupção na Petrobras.
“Nós falávamos que estávamos a julgar o maior caso, pelo menos de corrupção investigado, identificado. Mas nós falávamos de R$ 170 milhões”, disse Gilmar, sobre o mensalão. Ao falar da Lava Jato, o ministro alertou que é um caso de proporções bem maiores.
“Estamos a ver que esse dinheiro está sendo patrimonializado. Quando vemos uma figura secundária que se propõe a devolver US$ 100 milhões, já estamos em um outro universo, em outra galáxia”, disse, em referência às notícias de que o ex-gerente-executivo da diretoria de Serviços da Petrobras Pedro Barusco fechou acordo de delação premiada em que se compromete a devolver o valor e contar o que sabe sobre o esquema de corrupção e propina na estatal.
O ministro avaliou como “lamentável” que o esquema revelado pela Lava Jato já estivesse em operação durante o julgamento do mensalão. “Nem o julgamento do mensalão e nem as penas que foram aplicadas tiveram qualquer efeito inibitório. Mostra que é uma práxis que compõe a forma de atuar, de gerir, administrar.”

Tempo

Questionado se o processo que derivar da Operação Lava Jato pode se estender por anos no Supremo, como foi o caso do mensalão, Gilmar Mendes disse que hoje há “uma tecnologia processual mais moderna, com o trabalho das turmas”. Desde junho, as ações penais são remetidas às turmas do STF e não ao plenário, como forma de agilizar o julgamento. “Mas certamente pode ser um caso trabalhoso. E também já se faz previamente a divisão dos processos. Haverá distribuição, definição de competência”, disse Gilmar Mendes.


IAMSPE
No primeiro mês, registrada média de 10 atendimentos por dia

          Na última terça-feira, dia 18, o escritório regional do IAMSPE de Tupã, viabilizado através do governo municipal, em parceria com o Estado, completou dois meses de funcionamento, com números bastante expressivos de atendimentos prestados aos servidores públicos estaduais não apenas de Tupã, mas de várias cidades da região.
Segundo os números apresentados, somente no mês de outubro, durante os 31 dias, sendo 23 dias de atendimento, foram 226 servidores estaduais que procuraram o posto local, para os mais diversos atendimentos.
O procedimento que obteve maior procura foi a busca por informações. Exatamente 157 usuários foram até o posto para as mais variadas consultas, desde formas de procedimentos simples até os mais complexos, que envolvem a retirada de documentos em várias repartições e quais os serviços disponíveis.
Com relação aos procedimentos realizados pela agente administrativa Luana Garcia, com apoio de uma estagiária, em primeiro lugar ficou a emissão de carteirinha para usuários, com 57 procedimentos; e informações para utilização de plano odontológico, com 19 procedimentos. Já os casos de encaminhamentos para Marília foram 19, além dos requerimentos que abrangem a colocação de novos usuários, como filhos agregados, enteados, menores sob guarda, companheiros com direito a utilização e filhos estudantes, entre outros.

Luana Garcia informou que os atendimentos facilitaram muito a vida dos servidores, que antes da implantação da unidade local, precisavam se dirigir até a cidade de Marília para procedimentos simples, que passaram a ser feitos em Tupã, proporcionando ganho de tempo e economia para quem não precisa mais viajar.

“Todas as dúvidas, pedidos, encaminhamentos ou requerimentos que nos chegam representam que menos pessoas precisam se deslocar para Marília e que Tupã está, aos poucos, se transformando na referência regional deste tipo de atendimento”, informou.
O escritório regional do IAMSPE de Tupã funciona na Praça da Bandeira, 291, ao lado do Procon, e presta atendimento de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas. Por telefone, através do 3441-3926, também é possível esclarecer dúvidas e adiantar vários procedimentos. Na Santa Casa de Tupã também funciona uma estrutura destinada a atender usuários que precisam de exames e consultas.
Na região, cerca de 3.600 usuários são beneficiados pelos serviços prestados pelo IAMSPE, que funciona como seguro médico do funcionário público estadual.

O posto regional do IAMSPE atende os servidores públicos estaduais, como professores, policiais civis, funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e carcereiros, entre outros, com o agendamento de exames, consultas, cirúrgias e emissões de carteiras.



Dilma diz ter perdido ‘um grande amigo’ sobre Bastos

          Por Rafael Moraes Moura

Brasília (AE) - A presidente Dilma Rousseff lamentou a morte do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, na madrugada de ontem, aos 79 anos, em São Paulo. Em nota, a presidente destacou a atuação do criminalista, a quem classificou como “um grande amigo”, à frente do ministério.
“O País perdeu um grande homem, o Direito brasileiro perdeu um renomado advogado e eu perdi um grande amigo”, disse a presidente, em nota divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.
Na mesma nota a presidente afirma que Thomaz Bastos “era um defensor intransigente do direito de defesa e considerava o exercício da advocacia um pilar da sociedade livre”. Destacou ainda que, como ministro da Justiça, Bastos foi responsável “por avanços institucionais, como a reestruturação que ampliou autonomia à Polícia Federal, a aprovação da emenda constitucional da reforma do Poder Judiciário e o Estatuto do Desarmamento”. O criminalista foi ministro entre 2003 e 2007, no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“Quem teve o privilégio de conviver com ele, como eu tive, conheceu também um amigo espirituoso, de caráter e lealdade ímpares. A seus familiares, amigos, alunos e admiradores, meus sentimentos nessa hora de dor”, afirmou a presidente.


PECUÁRIA
Criadores vacinam o gado contra a aftosa

          A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa teve início, na maioria dos estados brasileiros, no último dia 1º de novembro. A primeira etapa da campanha ocorreu no primeiro semestre, no mês de maio.
A meta é vacinar aproximadamente 150 milhões de bovinos e bubalinos. Na região Sul, vacinam Paraná e Rio Grande do Sul. No Sudeste e no Centro-Oeste, todos os estados. No Norte do País, Acre, Amazonas, Pará e Tocantins. Já no Nordeste, só Sergipe não faz parte da campanha este mês.

Nos estados da Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Tocantins, Sergipe e no Distrito Federal, a vacinação deve ser feita nos animais com idade abaixo de 24 meses. Já no Amapá, ocorrerá a primeira vacinação anual de todo o rebanho. O Estado de Santa Catarina não está inserido no calendário, por já ser reconhecido como zona livre de febre aftosa sem vacinação.
Durante a primeira etapa da campanha, 97,55% do rebanho brasileiro foi vacinado. Até o final de 2013, a população total de bovinos e bubalinos era de 212,4 milhões de cabeças.

Após a vacinação dos animais, o produtor deve apresentar a relação dos vacinados e a nota fiscal da vacina nos escritórios do serviço veterinário oficial. Os serviços veterinários estaduais têm o prazo de 30 dias para encaminhar ao Ministério da Agricultura o relatório das atividades da campanha de vacinação contra a doença.

Tupã

Nesta segunda etapa, portanto, todos os bovídeos, de qualquer idade, deverão ser imunizados. O criador tem até o próximo dia 30 para fazer a vacinação.
Segundo as informações fornecidas pela Camap, a procura tem sido grande. Cerca de 70% já efetuaram a compra das doses da vacina, que podem ser encontradas por cerca de R$ 1,60 a unidade.
Vencido o prazo para a vacina, o criador terá até o dia 7 de dezembro para comunicar a vacinação ao Escritório de Defesa Agropecuária, na Rua Bororós. É preciso, ainda, declarar todos os animais de outras espécies existentes na propriedade.
Na primeira etapa da vacinação contra a febre aftosa, realizada durante o mês de maio deste ano, o índice dos bovídeos imunizados, com até 24 meses de idade, foi de 99,18%.
Em novembro de 2013 foram imunizados todos os animais do rebanho, de mamando a caducando, e o índice alcançado foi de 98,68 %.

Declaração

A declaração deve conter a relação dos animais vacinados e de todos os demais bovinos e bubalinos da propriedade. As penalidades para os que não vacinarem serão de 5 (cinco) Unidades Fiscais do Estado de São Paulo - Ufesp, o que equivale a R$ 100,70 por cabeça, por deixar de vacinar, e para os que deixarem de comunicar, 3 (três) Ufesp (R$ 60,42) por cabeça.



Grupo Fênix é selecionado para festival de teatro no Paraná

          O Grupo Fênix de Teatro de Tupã se apresentará amanhã, sábado, dia 22, no 5º FESTAPAR  - Festival de Teatro de Paranaguá/PR, com seu espetáculo mais premiado “A Fantástica Batalha do Viajante Maltrapilho”.

Como afirmam os organizadores do festival, a proposta é incentivar a vocação artística inata de Paranaguá e permitir a troca de experiências entre os realizadores locais e grupos teatrais das diversas regiões, promovendo a circulação dos espetáculos entre as cidades participantes.
“A Fantástica Batalha do Viajante Maltrapilho” é a peça teatral que mais projetou o nome de Tupã no âmbito nacional, trazendo grande número de prêmios e elevando culturalmente o município.

O ator do Grupo Fênix, Luan Yoshinaga, está comemorando a conquista. “Para nós, sermos selecionados já foi um presente, mostrando a força do nosso espetáculo, pois para um artísta seu maior pagamento é poder levar seu trabalho ao maior número de pessoas. Os festivais nos dão essa oportunidade, além de proporcionar um intercâmbio cultural entre os atores”.

O espetáculo

O espetáculo “A Fantástica Batalha do Viajante Maltrapilho” conta a saga de um inventor e sonhador como Dom Quixote, em busca da realização de seu maior desejo: ajudar a humanidade com seus inventos – colocando em evidência a atual problemática da civilização moderna, a poluição, aliada com a escassez de recursos naturais.
Com muita música e cores, o espetáculo transporta o público para um mundo novo, cheio de descobertas e sonhos. Na criação, foram utilizados materiais recicláveis para compor o cenário, que dá às crianças um referencial com a temática do espetáculo.

A peça narra a trajetória do viajante maltrapilho, que embarca rumo a novas conquistas e em busca de seu público. Com sua linguagem cheia de magia e cor, o viajante chega de mansinho para deixar sua mensagem. E com seu fiel escudeiro Alazão, ele ganha o imaginário e o coração da criançada por onde quer que passe.
Com seu pé da frente ficando para trás e o de trás indo para frente, ele dança sua catira sempre que o cansaço tenta chegar perto. E com a força dos elementos da natureza, Rio, Guardião, e os Ventos Sul e Norte, o inventor maluco consegue seu maior sonho, que é salvar o mundo.
E assim com seu passo marcado pela dança da catira e com a ajuda da natureza, ele voa e fica guardado para sempre no imaginário de quem o conhece. 

O elenco é formado por Charles dos Passos (Viajante Maltrapilho), Maicon Miller (Rio, Menino, Vento Sul e Alazão), Carlos Marcos Faustino (Vento Norte e Guardião das Terras da Natureza),Ivanete Bocchi (Contra regra), Vitor Grassi (Contra regra), Luan Yoshinaga (Contra regra) e Lucas Costa (Iluminação e sonoplastia).


Conciliação
Semana Nacional permite negociação de débitos e pendências com a Sabesp

          Entre os dias 24 e 28 de novembro, a Sabesp participa da IX Semana Nacional de Conciliação. Além de ações que já tramitam na Justiça, os clientes da Sabesp poderão negociar débitos administrativos, aqueles que não chegaram ao âmbito judicial. Em ambos os casos, pode-se comparecer a uma das agências de atendimento da Sabesp portando RG, CPF e uma conta de água do imóvel que é motivo da negociação. Durante o mutirão de conciliação de 2014, poderão ser negociados os juros e multas de contas emitidas até 31 de dezembro de 2013.
A Sabesp participa dessa iniciativa desde 2006 e, sempre seguindo seus procedimentos internos, consegue redução da carteira de processos e dos custos, aumentando a receita com o encerramento dos casos, sem contar que a ação também contribui para manter o bom relacionamento com seus clientes. Considerada uma prática mais econômica por evitar gastos com documentos, produção de provas, deslocamentos aos fóruns e até mesmo com advogados, todos os acordos obtidos por meio da conciliação têm validade jurídica.
As campanhas da Semana de Conciliação, desenvolvidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais participantes do movimento, têm como objetivos disseminar em todo o País a cultura da paz e do diálogo, desestimular condutas que tendem a gerar conflitos e proporcionar conciliação entre as partes envolvidas.
O Tribunal de Justiça do Estado, através do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, busca que órgãos e empresas públicas ou privadas promovam a ne-gociação de débitos. Trata-se de um esforço concentrado dos tribunais de todo o País na seleção de processos com possibilidade de acordo e na intimação das partes para tentar solucionar seus conflitos de forma pacífica, simplificada e com maior agilidade. A ideia é que os envolvidos façam acordos conciliatórios, evitando longas disputas judiciais.

Quem quiser saber se possui débitos com a Sabesp, pode acessar esse e outros serviços no link Agência Virtual dentro do site www.sabesp.com.br.


Tupi Paulista
Prefeitura define novas estratégias para conter gastos

          Para superar a crise financeira e manter as portas abertas, a Prefeitura de Tupi Paulista anunciou, por meio de um decreto expedido pelo prefeito Osvaldo Benetti, que algumas mudanças serão realizadas para controlar os gastos públicos. Entre as providências estão as reduções de 20% nos orçamentos das secretarias e 10% dos salários do Executivo, secretários e diretores. Conforme Benetti, atualmente a prefeitura tem uma dívida que ultrapassa os R$ 3 milhões.
Outra medida será o corte no abastecimento dos veículos públicos, que agora só podem utilizar um tanque de combustível por mês. Também haverá mudança na coleta de lixo, que passará de cinco para três dias. Estas são apenas algumas das medidas apontadas no documento expedido pelo prefeito.
De acordo com o prefeito, “faltou um cuidado no sentido de ter ‘brecado’ antes. Chegou um ponto que não conseguimos mais pagar os fornecedores e também os salários dos funcionários. Então agora entramos nesta economia de guerra”, afirmou Benetti.
Em agosto, quando o problema se tornou mais grave, a receita de Tupi Paulista caiu de R$ 3.317.000,00 para R$ 2.367.000,00. Em setembro, os órgãos públicos municipais reduziram o horário de trabalho. De acordo com a prefeitura, a crise foi causada pela queda do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), feito pelo governo federal.

Com todas as mudanças, a população já sente os reflexos da crise. O motorista Natalino José de Oliveira ressaltou que muitos canos estão estourados e há “bastante buraco na cidade”. Já o autônomo Mário de Souza Roseno acrescentou que as prefeituras são as mais afetadas pela situação financeira do Brasil. “A crise se alastrou pelo País inteiro e está refletindo agora nas pequenas cidades”, pontuou.


Regularização
Mototaxistas deverão fazer o recadastramento

          Os mototaxistas devem ficar atentos quanto ao prazo estipulado pela Prefeitura de Tupã, destinado à renovação do alvará de exercício de função.
A Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito realizará, entre os dias 1º e 19 de dezembro, o recadastramento anual e obrigatório dos mototaxistas, medida prevista na lei municipal 4.373/2008.
Para efetuar o recadastramento, os profissionais da categoria deverão apresentar cópias dos documentos pessoais e do veículo, certidão de quitação dos débitos municipais, antecedentes criminais, pontuação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e comprovante de contribuição sindical. Além disso, o mototaxista deverá atentar quanto às regras do Contran, em especial a de número 356, que dita as regras de segurança no trânsito, tanto para o mototaxista quanto para o passageiro.
Caso vença o prazo e o profissional não tenha executado o recadastramento, ele poderá ser penalizado com multa e ainda ter o alvará cassado pela municipalidade. Por isso, em caso de dúvida é necessário que o interessado procure por outras informações na sede da Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito.
Vale lembrar que os profissionais que possuírem débito com a municipalidade, deverão comparecer na Central de Atendimento, no Paço Municipal, para renegociar a dívida. Se assim não proceder, o profissional ficará impedido de fazer o recadastramento.
Documentos

Para formalizar o recadastramento, o mototaxista deverá encaminhar à sede da Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito cópias dos seguintes documentos: carteira de identidade (RG), CPF, CNH, alvará da empresa de mototáxi, comprovante de residência, documento de compra e venda do veículo, do porte obrigatório, seguro de vida e alvará de autônomo.

Deverão ser apresentados os documentos de atestado de antecedentes criminais, contrato de comodato, com firma reconhecida, se for alugada; comprovante de pagamento do ISS, taxa de fiscalização ou certidão de débitos; protocolo de pontuação da CNH, comprovante da conclusão do curso de mototaxista ministrado por órgão devidamente credenciado pelo Sest/Senat; colete refletivo, afixado com o número de alvará, conforme resolução do Contran; e inspeção veicular realizada pela Secretaria de Segurança e Trânsito.
Após conferida a documentação pela pasta, o interessado deverá protocolar o seu pedido junto à Central de Atendimento do Paço Municipal para efetivar o seu recadastramento.


Meio Ambiente
Funcionários da coleta de lixo se machucam com frequência

          No município de Tupã, frequentemente coletores de lixo orgânico e reciclável estão se machucando com materiais como vidro, agulha e materiais pontiagudos, descartados incorretamente pela população.
É necessário que a população pense nos coletores no momento em que estiver ensacando seus lixos. Aqueles pedaços da garrafa ou copo de vidro quebrado, aparentemente inofensivos, se não acondicionados de forma correta, perfuram a sacola plástica e machucam os coletores.
Sem saber o que há nos sacos plásticos estocados em frente das casas, três vezes por semana os coletores retiram o lixo do lugar. Ora a coleta é tranquila, ora provoca acidentes de trabalho, que poderiam ser evitados com um pouco de boa vontade de cada um. Há casos de garis que foram feridos até mesmo com seringas e espeto de madeira para churrasquinho.
Devido aos acidentes ocorridos constantemente em Tupã, o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Renan Victor Pontelli, pede que os pedaços de vidros sejam colocados em caixas de papelão, e agulhas e demais materiais pontiagudos como o palito de espetinho, sejam colocados dentro de garrafas PET. Esses materiais devem ter destinação adequada, não devendo ir para o lixo orgânico.



Empresário de Clementina encontra tupãense que estava desaparecido

          O empresário do ramo de internet, Carlos Aguiari Sobrinho, o “Carlão”, de Clementina, encontrou no último dia 11 um homem que estava desaparecido fazia alguns dias. Trata-se de Gilberto Alves Vieira, 40 anos, morador de Tupã. Ele caminhava às margens da Rodovia “Assis Chateaubriand”, a SP-425, no sentido da cidade de Braúna.
De acordo com o empresário, ele e seu filho, Caio Esteves Aguiari, 13 anos, estavam num posto de combustíveis na Rodovia “Comandante João Ribeiro de Barros”, a SP-294, em Iacri, no dia 10, onde viram um cartaz sobre o desaparecimento de um homem, morador de Tupã.
No dia seguinte, o empresário e o filho estavam indo para Braúna. Na estrada, cerca de dois quilômetros antes de entrar na cidade, por volta das 14h50 min, Carlão disse ter passado por um homem que caminhava sozinho. No momento, ele lembrou-se do cartaz da pessoa desaparecida.
O empresário, então, retornou até o homem e perguntou o nome dele e a cidade onde mora, o que coincidiu com as informações do cartaz que havia visto no dia anterior. “Pedi a ele se poderia tirar uma foto, mas ele não respondeu. Tirei a foto e enviei ao meu sobrinho em Iacri, que é dono do posto de combustíveis onde vi o cartaz”, explicou “Carlão”.
Até que o primo respondesse a mensagem, o empresário disse ter convencido Gilberto a entrar no carro e ir à Delegacia de Polícia de Braúna. Na delegacia, após confirmar as informações aos agentes, foi constatado que se tratava da pessoa desaparecida.
“Carlão”, então, disse ter entrado em contato com os familiares de Gilberto, em um dos números de telefone que estava no cartaz, que foi passado por seu sobrinho de Iacri. O número do telefone que o empresário ligou era de um cunhado de Gilberto, que foi até Braúna para buscá-lo. “Como tinha um compromisso em Braúna, deixei o rapaz na delegacia. No dia seguinte, o padrasto de Gilberto me ligou agradecendo”, relatou o empresário.
Marciano Garcia, 48 anos, que é padrasto de Gilberto, informou que o rapaz toma medicação para amenizar o problema mental. Ele disse ainda que Gilberto vivia internado há 18 anos em uma clínica de Tupã e que atualmente morava com a família.

O padrasto de Gilberto disse que a família não tem condições de cuidar dele, pois precisa de cuidados especiais, com medicação no horário certo. Como todos da família têm suas ocupações, Garcia disse que fica difícil dar a atenção necessária para Gilberto. “Estamos tentando uma vaga para ele em uma clínica, mas não estamos conseguindo”, lamentou.


Dengue
Trabalho de conscientização envolve mais de 70 agentes

          Novembro, além de ser considerado de conscientização sobre doenças que atingem os homens, também tornou-se em Tupã um mês dedicado ao combate de possíveis focos do mosquito transmissor da dengue. O “Novembro contra a dengue”, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, através do Setor de Combate a Endemias, está alertando que “a dengue está mais perto que você imagina”, como forma de alertar as pessoas para o risco da doença.
Este mês é considerado também o mês de várias ações contra a dengue. O trabalho está sendo realizado desde a última segunda-feira, dia 17, e vai até o dia 25. Mas, em Tupã, desde o dia 10 deste mês, há um trabalho de intensificação das atividades de prevenção e controle da dengue.
A Secretaria de Saúde, através do Setor de Endemias, está desenvolvendo um trabalho junto à comunidade que reside nas áreas abrangidas pela Estratégia da Saúde da Família (ESF), visando a prevenção e conscientização da sua responsabilidade no combate ao mosquito “Aedes aegypti”.
Dentro do cronograma de atividades, haverá competição entre os ESFs, com a participação dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, com a realização de visitas nas residências de abrangência. Durante as visitas serão identificados, contabilizados e eliminados os criadouros existentes.
Ao final do trabalho em cada ESF, serão contabilizados os criadouros e depois do término deste trabalho, caberá uma premiação para a unidade que tiver contabilizado o menor número de criadouros durante as vistorias realizadas.
Este trabalho já foi realizado nos distritos de Universo, Varpa e Parnaso e nas Unidades do Setor B e Santa Adélia. Neste trabalho, estão envolvidos 71 agentes de combate às endemias e agentes comunitários de saúde, que trabalham unidos em favor de um objetivo comum: orientar a população quanto a prevenção e, principalmente, eliminar criadouros.
Outras ações já estão programadas e também serão desenvolvidas, como as equipes das unidades de saúde que estarão realizando ações educativas com os usuários nas salas de espera; nas escolas, a continuidade dos projetos educativos, grupos de estudos com alunos das escolas estaduais abordando o tema dengue e sua prevenção; envio de comunicado para as lideranças religiosas, com informações sobre dados epidemiológicos, ações de prevenção e eliminação de criadouros, solicitando a colaboração dos fiéis no controle da dengue, informando estas ações durante os cultos ou missas; e na Secretaria de Saúde, intensificação da sala de situação da dengue, com a participação das diretorias, discutindo novas estratégias e planejando ações de prevenção e controle da dengue.

Segundo a secretária de Saúde, Rosângela Urel Gaspar, só com a participação conjunta da comunidade, empresas, governos e organizações sociais, será possível diminuir substancialmente os casos de dengue no município, evitando assim uma nova epidemia e a necessidade de adotar ações agressivas à população e ao meio ambiente, como o uso do inseticida.


Educação
Secretaria participa de seminário sobre práticas de leitura e escrita

          A Secretaria Municipal de Educação participou do II Seminário de Práticas de Leitura e Escrita realizado pela Diretoria de Ensino de Tupã, cujo objetivo foi apresentar as boas práticas desenvolvidas em sala de aula.
Com a temática da leitura em voz alta realizada pelo professor, a professora Simaraci Montagnani Minelli e aluna pesquisadora Jhecy Caroline Aono, da Emeief “Governador Mário Covas”, apresentaram trabalho desenvolvido em sala de aula. A apresentação voltou-se para a discussão das condições que o professor garantiu para realizar o trabalho com os alunos, a realização do acompanhamento dos alunos durante o trabalho, a observação do que o aluno aprendeu com a prática e as contribuições da apresentação para o enriquecimento da prática do professor em sala de aula.
O livro utilizado para a realização dessa prática foi “Contos de enganar a morte”, de Ricardo Azevedo. Após a apresentação da unidade escolar, da justificativa e objetivos da atividade, a professora e aluna pesquisadora elencaram que a finalidade da leitura em voz alta realizada pelo professor é explicitar ao aluno – por meio da fala do professor – o comportamento de leitor. Ela possibilita que o aluno observe os recursos que o professor utilizou para a escolha do texto e também possibilita, aos alunos que não leem convencionalmente, o contato com textos em linguagem escrita de boa qualidade. Por fim, possibilita aos alunos contato com textos que não escolheriam de maneira independente, ampliando seu repertório de leitura. Dentre outros aspectos, o aluno pode aprender a linguagem que se escreve, expressões, estrutura do texto, características do gênero, estilos de diferentes autores, recursos de linguagem, a ouvir com atenção, os comportamentos de leitor do professor e poderá também ampliar o repertório cultural sobre os gêneros.

Para a equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, “a prática de leitura em voz alta de textos literários feita pelo docente tem como principal objetivo ler livros que os alunos sozinhos não teriam condições de ler. Seja pelo tamanho, pela falta de indicação, pela complexidade da obra ou do autor, e também por falta de condições de leitura autônoma. Cabe ao docente a tarefa de escolher diferentes gêneros literários, e bons autores para apresentar aos seus alunos. Esta leitura deve ser feita todos os dias para as crianças. Quando o professor realiza a leitura em voz alta para sua turma, ele está cumprindo com um dos papeis mais importantes, que é o de formar leitores”.


Há 30 anos - 21 DE NOVEMBRO DE 1984
Doença desconhecida ataca região. Alguns casos em Tupã

          Uma doença desconhecida, que há pouco tempo foi denunciada em Promissão, provocando a morte de crianças e exigindo a internação de outras, inclusive em São Paulo, a fim de que se pudesse diagnosticar melhor a sua causa, começa a preocupar a região da Alta Paulista, notadamente Tupã e cidades vizinhas.
Alguns casos têm ocorrido nos últimos dias em Tupã e desde o dia 22 de outubro existe enorme preocupação. Primeiramente foi atendida num dos hospitais uma criança de Parapuã e posteriormente mais quatro crianças (duas de Bastos e duas de Tupã). Na segunda-feira, as duas de Bastos morreram.

Chegou a ser aventada a possibilidade de surto de meningite e conjuntivite, mas pelo que se observa está sendo detectada doença estranha que vem merecendo maior atenção das autoridades sanitárias e médicos.


Loterias
Mega acumula e pode ter recorde de R$ 135 milhões

          Ninguém acertou o concurso 1.654 da Mega-Sena, realizado na noite de quarta-feira, dia 19, com prêmio de R$ 81.631.387,14. Com isso, o prêmio acumulou pela sétima vez consecutiva e deve chegar a R$ 135 milhões no sorteio previsto para a noite de amanhã, sábado.
Se chegar ao valor esperado pela Caixa Econômica Federal, será o maior prêmio já distribuído em sorteios regulares. O recorde anterior de Mega-Sena foi em outubro de 2010. Na época, o prêmio ficou acumulado em R$ 119 milhões, após oito sorteios sem vencedor. Apenas um bilhete acertou as dezenas, da cidade gaúcha de Fontoura Xavier.
A estimativa para a Mega da Virada, cujas apostas já podem ser registradas em uma das cinco casas lotéricas da cidade, é de R$ 240 milhões. O sorteio será em 31 de dezembro.
O valor acumulado para o próximo concurso de final cinco (1.655) é de R$ 114.066.712,47. Já o valor acumulado para o sorteio da Mega da Virada é de R$ 74.299.736,91.
As dezenas sorteadas foram: 07, 16, 33, 42, 50 e 58. A quina pagou R$ 34.739,50 para 249 apostas, enquanto a quadra teve 19.592 apostas recebendo R$ 630,73.
A arrecadação total do concurso foi de R$ 147.750.745,00.

Lotofácil
O concurso 1.134 da Lotofácil teve cinco apostas com 15 acertos, das cidades de Poções/BA, Niterói/RJ, São José/SC, Piracicaba/SP e São Paulo/SP. Cada uma recebeu R$ 326.065,77.
A estimativa de prêmio para o sorteio da noite de hoje, do concurso 1.135, é de R$ 1,7 milhão. O valor acumulado para o sorteio especial da Independência é de R$ 13.180.596,03.
As dezenas sorteadas foram: 01, 02, 04, 08, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 17, 18, 20, 23 e 25. As demais faixas de prêmios foram: 14 acertos, 554 ganhadores, com R$ 1.293,55; 13 acertos, 20.193, com R$ 15,00; 12 acertos, 253.694, com R$ 6,00; e 11 acertos, 1.279.332, com R$ 3,00.
A arrecadação total foi de R$ 21.004.944,00.

Lotomania
O concurso 1.505 da Lotomania não teve ganhadores nas faixas de zero e nem de 20 acertos. Com isso, o prêmio ficou acumulado em R$ 3.276.827,64, com estimativa de pagar amanhã, na faixa principa, R$ 4 milhões.
O valor acumulado para o sorteio especial de Páscoa é de R$ 16.648.811,25.
As dezenas sorteadas foram: 01, 15, 17, 22, 26, 28, 29, 33, 45, 46, 49, 50, 51, 58, 71, 73, 75, 85, 92 e 96. As demais faixas de prêmios foram: 19 acertos, 15 ganhadores, com R$ 18.258,27; 18 acertos, 236, com R$ 1.657,83; 17 acertos, 2.072, com R$ 82,61; e 16 acertos, 11.186, com R$ 15,30.
A arrecadação total foi de R$ 5.555.094,00.

Dupla Sena

O concurso 1.334 da Dupla Sena não teve ganhadores no primeiro e nem no segundo sorteios. O prêmio ficou acumulado em R$ 1.923.879,18, devendo pagar, na faixa principal, no sorteio da noite de hoje, R$ 2,2 milhões.
O primeiro sorteio teve as dezenas: 16, 24, 29, 39, 44 e 46. Já o segundo sorteio apresentou as dezenas: 07, 15, 21, 22, 29 e 46.
No primeiro sorteio, 46 apostas acertaram a quina e receberam R$ 2.394,56, enquanto a quadra premiou 2.314 apostas com R$ 45,33.
No segundo sorteio, 47 apostas receberam R$ 2.343,61, enquanto a quadra teve 2.150 apostas com R$ 48,79.
A arrecadação total foi de R$ 2.383.155,00.

Loteria Federal
A extração 4.920 da Loteria Federal teve o bilhete correspondente ao primeiro prêmio distribuído em São Paulo/SP.
Confira abaixo os resultados:
1º prêmio - 71.861 - R$ 250.000,00
2º prêmio - 40.933 - R$ 16.300,00
3º prêmio - 63.872 - R$ 16.000,00
4º prêmio - 01.395 - R$ 15.800,00
5º prêmio - 62.240 - R$ 15.220,00

Loteca

O concurso 630 da Loteca teve oito apostas com 14 acertos, das cidades de Manaus/AM, Cajazeiras/PB, Campina Grande/SC, Tubarão/SC, Mauá/SP, São Roque/SP e São Paulo/SP. Cada uma recebeu R$ 106.124,76. Com 13 acertos, foram 294 apostas, que receberam R$ 413,67.

A estimativa de prêmio para a faixa de 14 acertos, na rodada de jogos deste final de semana, é de R$ 300 mil.
A arrecadação total do concurso foi de R$ 2.118.201,00.


Fim de ano
Praça da Bandeira recebe os primeiros enfeites de Natal

          Faltando cerca de um mês para o Natal, os tupãenses já podem sentir o clima da data. Desde o início desta semana, funcionários da Secretaria Municipal de Turismo instalam enfeites luminosos na Praça da Bandeira, também conhecida como Praça da Matriz.
Cordões de luzes, pisca-pisca, velas gigantes em estrutura de ferro, sinos, bolas e a tradicional árvore de Natal vão embelezar a Praça da Bandeira. Também será montado o presépio ao lado esquerdo da Igreja Matriz e a fonte luminosa será decorada, entre outros detalhes.
O projeto de embelezamento da cidade para o Natal, apesar de não contar com grandes novidades, promete deixar o clima mais propício para os tupãenses comemorarem o Natal com alegria e emoção.


sobe.gif (937 bytes)


| Home | Economia | Geral | Sociedade | Policial | Esportes | Política | Variedades |Expediente |E-mail

Hosted by UNISITE - Todos os direitos Reservados