jdiario@diariotupa.com.br

SP-294
Caminhão fazia o transporte de maconha

          Durante operação visando o combate ao tráfico de drogas e demais ilícitos penais, as equipes TOR “B” e Comando “D”, junto com os policiais da Base Operacional da Polícia Rodoviária de Tupã, abordaram o caminhão trator Scania/T113 H 4x2 360, ano 1994, cor azul, placa BXG-1818, de Presidente Prudente, que tracionava o semirreboque REB/Randon SR GR TR, ano 1994, cor vermelha, placa BXG-1870, de Ponta Porã/MS.
Assim que parou, o motorista mostrou muito nervosismo, fornecendo respostas desencontradas. Diante disso, as equipes realizaram uma busca minuciosa no veículo e localizaram, sob a cama do motorista e em um fundo falso, localizado sobre a quinta roda, 740 quilos e 300 gramas de maconha, dispostos em 835 tabletes.
O motorista informou que tinha pago o veículo com a droga em Dourados/MS, no Posto da Base, através de uma pessoa conhecida por Gustavo, sendo que ele deveria entregar o produto em Piracicaba/SP. Para a realização desse trabalho, deveria receber a quantia de R$ 10 mil.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito pelo crime de tráfico de droga ao motorista do caminhão. A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Federal de Marília/SP, onde o delegado de plantão José Navas Júnior ratificou a voz de prisão em flagrante delito, elaborando o inquérito policial federal pelo crime de tráfico de droga.

Em seguida, o motorista foi encaminhado para a penitenciária de Marília e, posteriormente, para o CDP de Caiuá/SP.


Parapuã
Homem é preso acusado de submeter pessoas a trabalho escravo

          Um homem de 50 anos foi preso no início da tarde de quarta-feira, suspeito de submeter pessoas ao trabalho escravo em uma pro-priedade rural, localizada na Rodovia “Assis Chateaubriand”, no município de Parapuã.
De acordo com a Polícia Militar, os agentes foram até o local após denúncias recebidas pela Vigilância Sanitária Estadual.
No momento do flagrante, quatro pessoas trabalhavam no local. Dois homens capinavam em um cafezal, outro passava veneno na plantação sem nenhum equipamento de proteção individual (EPI) e um terceiro estava no interior da casa onde moravam.
Em um dos cômodos, ainda conforme a corporação, agentes da Vigilância e policiais encontraram alimentos, venenos e adubos armazenados sem qualquer proteção e higiene adequada. Também foram localizados, em um freezer, alimentos congelados e um refrigerador com alimentos estragados e com validade vencida.

Em depoimento, os funcionários disseram que trabalhavam há cerca de dois anos e meio. Afirmaram ainda que deveriam receber R$ 10,00 por dia. Porém, na data dos fatos haviam recebido apenas um pagamento. Os trabalhadores também disseram que recebiam duas refeições por dia.
Conforme a PM, o dono da propriedade foi preso em flagrante. Ele disse em depoimento que os alimentos estragados eram para alimentar os porcos e que para os trabalhadores eram fornecidos arroz, feijão e ovo. Em relação ao salário, o indivíduo informou que pagaria com a colheita do café.

O homem foi encaminhado para a Cadeia de Lutécia, devendo responder inquérito por reduzir alguém à condição análoga a de escravo, “submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto”, conforme estabelece o artigo 149, letra “d”, da lei 2.848.

A pena, em caso de condenação, vai de dois a oito anos e multa, além da pena correspondente à violência.


Rancharia
Jovem mantém mulher e criança sob cárcere privado

          A Polícia Militar de Rancharia registrou, na tarde de quarta-feira, uma ocorrência de cárcere privado. Conforme a corporação, uma moça de 17 anos e uma criança de 2 anos ficaram trancadas por cerca de 10 dias em uma casa localizada na Vila Tereza.
A vítima relatou à polícia que o namorado, de 18 anos, a ameaçava frequentemente com uma faca. O indivíduo a fazia pegar algumas panelas quentes com a mão, sem nenhum tipo de proteção. A jovem ainda alegou que ficou sem comer por três dias.
Ainda conforme a PM, a moça relatou que na ausência do namorado, suas pernas eram amarradas e a casa ficava trancada.
Por volta das 12 horas, segundo a polícia, a jovem conseguiu se desamarrar e fugiu. Ela pulou a janela dos fundos da casa e, ao sair na rua, pediu ajuda para ir até a casa do padrasto, onde acionou a polícia.
De acordo com a polícia, ao prestar depoimento, a vítima se mostrou muito assustada. A moça também tinha hematomas na coxa e estava com as mãos queimadas. Ainda conforme a PM, o suspeito é usuário de drogas e está foragido.



Mulher de Parapuã presa furtando roupa em Osvaldo Cruz

          A Polícia Militar de Parapuã prendeu em flagrante nesta quarta-feira uma mulher moradora em Parapuã, acusada de furtar peças de roupas em uma loja no comércio de Osvaldo Cruz.
A mulher de 35 anos estava na companhia de um outro rapaz, que a ajudou sair de Osvaldo Cruz em um carro. A polícia de Parapuã foi até a residência do dono do veículo e este acabou informando o endereço da acusada.
Ao chegar na residência da acusada, ela acabou confessando o furto, devolveu as roupas e citou a loja onde praticou a ação.
A autora do furto e as roupas foram apresentadas à vendedora da loja furtada em Osvaldo Cruz, que reconheceu, de pronto, as peças subtraídas, bem como a autora do delito.

A mulher foi presa, mas pagou a fiança de R$ 788,00 e vai responder em liberdade.



Iacriense é preso acusado de tráfico

          Um jovem de 22 anos, natural de Iacri, foi acusado de comercializar entorpecente em Tupã, mais precisamente na Rua Antônio Valverde, no Conjunto Habitacional “João Paulo II”, às 19h57 min de quarta-feira (25). Além do iacriense, um adolescente tupãense de 17 anos foi detido acusado de participação no crime.
Segundo boletim de ocorrência, a equipe de Força Tática da Polícia Militar realizava patrulhamento pela via pública e, ao se aproximar de um local conhecido como ponto de venda de drogas, foi avistado o acusado e o menor encostados em um veículo. Consta ainda no registro policial que, ao perceberem a viatura, os dois tentaram se desfazer do entorpecente, jogando debaixo do veículo.

A dupla foi abordada e os policiais militares encontraram 13 porções de maconha. Os policiais militares informaram ainda que na residência do iacriense, que estava com R$ 52,00 em dinheiro, localizaram plásticos para embalagem de droga e uma tesoura. O adulto e o adolescente foram encaminhados ao Plantão da Polícia Civil, onde permaneceram à disposição da Justiça.


Fim do mistério
Corpo de pompeense desaparecido é encontrado

          A Delegacia de Polícia de Pompéia esclareceu o caso do pompeense Cláudio Barbosa dos Santos, de 52 anos de idade, desaparecido desde a noite da última sexta-feira, dia 20.
O corpo de Cláudio foi encontrado com marcas de violência, na estrada vicinal de Avencas, em Marília, depois do próprio assassino confessar onde o deixou. O homem foi morto a pancadas pelo namorado de sua mulher.
Em entrevista ao DIÁRIO, o delegado de Polícia de Pompéia, Valter Bettio, esclareceu como aconteceu o caso. Depois de completo e intenso trabalho de investigação, os policiais chegaram até a mulher de Cláudio. E, em seguida, até o rapaz, que seria o namorado da esposa da vítima. Inclusive, o namorado foi visto nas imagens de agências bancárias de Tupã, onde realizou dois saques, por volta das 12h50 min do sábado, dia 21, nos valores de R$ 400,00 e R$ 500,00. As informações dão conta de que Cláudio e sua mulher estariam em início de separação. Por isso, ela logo iniciou um relacionamento com outro homem.
Trata-se de Nivaldo dos Santos, morador em Pompéia, de 45 anos de idade.
Segundo relatos, o namorado da mulher de Cláudio entrou em sua casa, localizada no Núcleo “Octávio Cavalcanti Lacombe”, em Pompéia, amarrou a vítima e a jogou no porta-malas de um veículo. Depois, o namorado levou Cláudio até a vicinal de Avencas, em Marília, onde o matou com golpes violentos. Depois de descoberto, o próprio assassino levou os policiais até onde deixou o corpo da vítima.
Ainda segundo o delegado, as investigações deverão continuar, para garantir se o rapaz agiu sozinho ou contou com a ajuda de alguém. Porém, de acordo com relatos do assassino, ele agiu sozinho. O delegado garantiu que o rapaz já está preso, à disposição da Justiça. O corpo de Cláudio deverá ser sepultado hoje, sexta-feira, no Cemitério Municipal de Pompéia.


Tupã/Bastos
Caminhão carregado com galinhas tomba na vicinal

          Cerca de 5 mil galinhas ficaram espalhadas pela vicinal Tupã/Bastos, depois que um caminhão de Parapuã, que trafegava no sentido Bastos/Tupã, próximo ao Bairro Santa Teresinha, ao tentar fazer uma curva, tombou no sentido do acostamento.
Com o tombamento, a carga se espalhou pela pista, que precisou ser interditada até que fosse possível levantar o caminhão e recolher toda a “galinhada”. O acidente aconteceu no início da noite de ontem, mas apesar do susto não houve feridos.


Violência
Sobem as ocorrências de lesão corporal, tráfico e furto

          A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo registrou em Tupã um aumento de 17% em relação ao crime de lesão corporal dolosa (quando há intenção). O número passou de 18 casos em fevereiro de 2014 para 21 em fevereiro deste ano.
Os casos de tráfico de entorpecentes subiram no mês passado, passando de 8 para 9 ocorrências; e os casos de furto de 46 para 47.
As ocorrências de estupro caíram nos meses de fevereiro de 2014 e fevereiro de 2015. Nos dois anos, foram 4 e 2 casos no segundo mês do ano, respectivamente.

Diminuição
Por outro lado, os casos de lesão corporal culposa caíram cerca de 20% no comparativo realizado entre os dois meses pesquisados. Em fevereiro de 2014, foram registrados 34 casos e no mês passado, 26.
As ocorrências referentes a furto de veículo apresentaram queda de cerca de 43%.
A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo registrou 7 ocorrências em fevereiro de 2014 e 4 em fevereiro deste ano.
No mês passado não ocorreram em Tupã os crimes de homicídio culposo por acidente de trânsito, lesão corporal culposa causada por outros motivos e roubo a veículo, diferente do que ocorreu em fevereiro de 2014, onde 4 pessoas foram vítimas de homicídio culposo por acidente de trânsito, duas por lesão corporal culposa, uma por estupro, e outra por roubo a veículo.

No Estado
Em fevereiro os índices criminais sofreram queda, havendo o menor número de furtos em geral registrados desde 2002 e a redução de 19,33% nos estupros.
O Estado de São Paulo reduziu os índices relacionados a crimes patrimoniais, com acentuada diminuição nos crimes praticados com violência ou grave ameaça à pessoa. O roubo de veículos, pelo nono mês consecutivo, diminuiu em 27,32%, com redução de 2.443 crimes. No ano, o recuo já atinge 23%.
Também apresentou queda o índice de roubo a cargas (3%), cujas ocorrências diminuíram de 733 para 711. A diminuição levou o total acumulado de roubo a cargas em 2015 a diminuir em 0,73%, mesmo com a alta registrada em janeiro.
Com quatro boletins de ocorrência a menos que em fevereiro de 2014, o mês passado baixou em 19,1% os roubos a banco, que passaram de 21 para 17 casos. No bimestre, já há recuo de 15%, com 34 casos, seis a menos que o mesmo período do ano passado.
Pelo segundo mês consecutivo, também houve importante redução dos índices de roubos em geral, excluídos roubo de veículos em 5,54% no mês de fevereiro, com a diminuição de 1.401 ocorrências. A redução é maior do que a observada em janeiro (4,1%) e o ano já acumula uma diminuição de 4,8% nessas ocorrências.
Os furtos em geral e de veículos sofreram redução. Com 5.947 registros a menos que em fevereiro de 2014, os furtos em geral recuaram 14,1% no segundo mês do ano. O total passou de 42.071 para 36.124 registros, o menor número desde 2002, quando houve 35.999 casos. Com essa redução, 2015 já registra redução de 14,7% desse indicador, com 13.245 boletins de ocorrência a menos. Os furtos de veículos diminuíram 12,6%, passando de 10.255 para 8.966, com 1.289 registros a menos.



Secretário agradece Polícia Militar pela atuação na queda dos índices criminais

          O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, agradeceu à Polícia Militar pelo esforço da instituição na prevenção e combate ao crime que colaborou para a redução dos indicadores criminais no Estado. Moraes também agradeceu o apoio dado pelos policiais militares à sua gestão à frente da secretaria.
O agradecimento foi feito durante a solenidade do 80º aniversário da Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo (AOMESP), comemorado quarta-feira (25).
Entre outras autoridades, o aniversário da associação também foi prestigiado pelo secretário-adjunto da SSP, Mágino Alves Barbosa Filho, pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ricardo Gambaroni, e pelo chefe da Casa Militar, coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira.
Alexandre de Moraes, que compareceu ao evento para homenagear a PM, reconheceu a atuação da tropa, que neste bimestre ajudou o Estado a bater recorde no número de prisões. Com 27.485 detenções realizadas entre janeiro e fevereiro, o número é o maior desde 2001 para o período.
“Agradeço a todos, oficiais e praças, pelo excelente serviço que vêm prestando, e pelo apoio à minha gestão”, disse, agradecendo pela queda de todos os indicadores de crimes contra o patrimônio no Estado, em fevereiro.


sobe.gif (937 bytes)


| Home | Economia | Geral | Sociedade | Policial | Esportes | Política | Variedades |Expediente |E-mail

Hosted by UNISITE - Todos os direitos Reservados