jdiario@diariotupa.com.br

Violência doméstica
Por ciúmes, homem espanca a mulher

          Um indivíduo de 24 anos, cuja identificação foi preservada, foi detido acusado de agredir com extrema violência sua esposa. O fato aconteceu na tarde de segunda-feira, dia 14. O crime de lesão corporal (violência doméstica) aconteceu na Rua José Keller, em Parnaso.
Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada a comparecer no endereço acima e, no local, encontrou o acusado no interior da residência. Em conversa com os policiais militares, o indivíduo confirmou que, por motivos de ciúmes exagerado de sua amásia, agrediu a mesma com tapas e socos.
Ainda segundo a Polícia Militar, após a agressão a mulher, em companhia de um dos filhos do casal, fugiu pelos fundos da residência tomando rumo ignorado.
Quando os policiais militares atendiam a ocorrência, a vítima retornou a residência com o filho e informou que foi agredida no rosto, na cabeça e nas costas por ter questionado o marido que usava o chip de seu celular para enviar mensagens para outra mulher. A vitima informou ainda que seu amásio, o acusado, está desempregado, é usuário de drogas e por várias vezes foi agredida pelo mesmo.
O casal foi levado até a Delegacia de Defesa da Mulher, onde o acusado foi autuado em flagrante delito, sendo enquadrado nos artigos 121 a154 da lei 11.340/06. Ele permaneceu à disposição da autoridade policial


Polícia Militar
Novo sistema aumenta eficácia no combate ao crime

          São Paulo ganhou ontem, quarta-feira, 16, o Detecta, um importante aliado para melhorar a segurança pública no Estado. Desenvolvido pela Microsoft, o software já utilizado para monitorar as ruas de Nova Iorque há sete anos é uma ferramenta de tecnologia de ponta que ajudará no patrulhamento, investigação, planejamento de combate a crimes e identificação dos padrões de delitos em cada localidade.
“É a primeira vez que sai dos Estados Unidos esse modelo de alarme, esse sistema de monitoramento inteligente e vamos implantá-lo aqui em São Paulo. Esperamos que ele esteja operando entre 90 e 120 dias”, anunciou o governador Geraldo Alckmin.
Alertas automáticos serão emitidos para ajudar no trabalho policial, o que permitirá que PMs e policiais civis recebam informações de inteligência sem que seja necessário operar o sistema a todo momento. Os policiais terão acesso ao sistema por tablets e smartphones. “Com isso, nós integramos todas as câmeras de vídeo do Estado, da prefeitura de São Paulo, da sociedade civil, banco de dados. Um software extremamente inteligente no sentido de fazer a integração de dados, buscas, alarmes, ou seja, uma ferramenta importantíssima hoje para a segurança pública e para o combate ao crime. Um grande passo e uma grande inovação”, completou Alckmin.
“Estamos inovando e usando o melhor em tecnologia, uma experiência exitosa de Nova Iorque que tem as mesmas características de São Paulo. Acreditamos que isso vai potencializar o trabalho da polícia, que terá uma ferramenta valiosíssima para a sua atuação, seja em atendimento de ocorrência, no trabalho de inteligência ou na investigação”, destacou o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella.
O sistema pode ser configurado para localizar suspeitos, veículos e objetos. Essas localizações podem ser feitas por sensores de leitura de placas ou por câmeras. No caso de um procurado pela polícia, toda vez que novas características desse indivíduo forem inseridas em algum dos sistemas das polícias, um alerta será acionado e apresentará o histórico completo.
As investigações também ganharão agilidade no acesso e no cruzamento de informações. Será possível, por exemplo, fazer buscas de um determinado nome e localizar em um mapa todas as ocorrências relacionadas a ele, seja na Polícia Militar, na Civil ou no Detran. “Esse sistema representa uma ferramenta indispensável para nós avançarmos em matéria de segurança pública tanto em termo de sistema de inteligência, como de investigação rápida, em tempo real. [O sistema] relaciona eventos criminosos a pessoas, coisas ou veículos, dando sustentação ao trabalho policial. Nós vamos ter a gestão de informações em quantidade, qualidade e tempo”, concluiu Grella.


sobe.gif (937 bytes)


| Home | Economia | Geral | Sociedade | Policial | Esportes | Política | Variedades |Expediente |E-mail

Hosted by UNISITE - Todos os direitos Reservados