jdiario@diariotupa.com.br


Vândalos colocam fogo em quiosque

          Puro vandalismo. A Polícia Militar, através dos cabos Emerson e Constantino, atendeu uma ocorrência de danos na Rua Marilia com a Rua Liberdade, onde vândalos, após arrebentarem as portas do banheiro do quiosque existente ao lado do Supermercado Gaspar, juntaram todo o lixo que estava por lá, colocaram em cima de uma mesa de concreto e atearam fogo.

Por conta da quantidade de material, o fogo logo atingiu o forro de PVC, provocando danos na estrutura do quiosque.
Por sorte, o vigia viu e conseguiu apagar as chamas, que poderiam ter ocasionado um incêndio de grandes proporções.
Não houve necessidade da intervenção do Corpo de Bombeiros.
No final, ficou apurado que um quiosque que vende espeto sofreu princípio de incêndio e outro que vende sorvete, teve as portas do banheiro arrebentadas.

A Polícia Militar e a Polícia Civil registraram o caso, que foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).



BUXIXO

          Eleições proporcionais
Dirigentes partidários “quebram a cabeça” para a composição dos grupos nas eleições proporcionais. Todos sabem que é importante o prefeito ter uma boa base. Sem o apoio da “Caixinha de Surpresas”, onde tudo pode acontecer, fica difícil governar. Por isso, todas as hipóteses estão sendo analisadas, em se tratando de possíveis coligações e grupos. Mas não está fácil, considerando o enorme número de partidos disputando espaços.

Mais ‘sopa’
Não existe ainda nada definido, mas o grupo da oposição reuniria o PSDB, PSB, Psol, PRP, PPS, PRB, PCdoB, PR, PDT e SDD para a eleição majoritária. Esses partidos estariam unidos defendendo o nome do virtual candidato Waldemir “Trator” Lopes. Mas o quadro será diferente para vereador.
Dentro daquilo que está sendo discutido, o PSDB, PSB e Psol se uniriam numa coligação, tendo nomes fortes como os tucanos Valdir “Didi Mocó” Mendes (758 votos na última eleição, eleito), Telma “Barbie” Tulin (936, eleita) e pastor Eliezer “Salve” (732, não eleito), enquanto o destaque no PSB é “Tupãzinho” (908, eleito).
Já a outra coligação possível reuniria o PRP, PPS, PRB e PCdoB, onde se destacam Luís “Kajuru” Alves (403, eleito) e Douglas “Aleluia” (614 votos, não eleito pelo PV, atualmente no PCdoB).
Finalmente, a terceira coligação juntaria o PR, PDT e SDD, cuja maior liderança é o vereador Amauri “Ovelha” Mortágua, que também é virtual candidato a deputado estadual dentro de dois anos, numa dobradinha com Luís Carlos “Cafeeira Sapag” Motta.
Já o grupo situacionista, com todo trabalho voltado para o virtual candidato Wagner “Motoqueiro” Fuin, formaria apenas uma coligação única, juntando o PP, cujos maiores nomes são “Toninho Ribeirão” (918 votos) e pastor Rudynei “Elfo” (691 votos), o PMDB, com a liderança de Danilo “Gargamel” Aguillar (762 votos) e Augusto “Salsicha” Torres (756 votos), o PTB, o PT e o PROS (José “Siricutico” Maria, 1.500 votos).
Uma terceira coligação para o Legislativo reuniria o DEM, PDS e PV, aqui sob a liderança de Caio “Buda” Aoqui, que teria como virtual candidato a prefeito Ricardo “Tamoyo” Raimundo, tratando-se de um grupo, porém, que pode debandar para a coligação de Waldemir “Voz de Trovão” Lopes.
Finalmente, temos o PEN, com os virtuais candidatos professor Clauber Cláudio “Holmer” Gomes a prefeito e José “Mecânico” Barbosa a vice, que deve fazer sozinho a caminhada de seus candidatos a vereador.

Simulação
Caso a regra para as eleições de 2012 prevesse a eleição apenas de 10 vereadores, teriam sido eleitos: José Maria “Siricutico” de Oliveira, com 1.500 votos, correspondente a 4,01% dos votos válidos; Caio “Buda” Aoqui, com 1.099 votos, 2,94%; Telma “Barbie” Tulim, com 936 e 2,50%; Josias “Maguila” Nascimento, com 931 e 2,49%; “Toninho Ribeirão”, com 918 e 2,46%; “Tupãzinho”, com 908 e 2,43%; Amauri “Ovelha” Mortágua, com 879 e 2,35%; Ricardo “Tamoyo” Raimundo, com 823 e 2,20%; Danilo “Gargamel”, com 762 e 2,04%; e Valdir “Didi Mocó” de Oliveira Mendes, com 758 e 2,03%.

Apoio?
Edson Aparecido é candidato a vereador na capital, mas já avisou que voltará à Câmara dos Deputados. Considerando-se um tupãense, ele já iniciou algumas articulações em busca de apoio junto ao ninho tucano local, que por enquanto está meio arredio, diante das novas perspectivas pelos lados da Fecomerciários.

Justiça?
A vereadora Telma “Barbie” Tulin foi a única a aprovar o projeto de iniciativa popular que previa a redução de 15 para 9 vereadores. Porém, um vereador insatisfeito com o seu voto, disse que se na próxima eleição ela ficar em 10º lugar na contagem dos votos, deverá renunciar ao cargo, porque concordou com apenas 9.

Queda
Por um descuido, o vereador Valdir “Didi Mocó” de Oliveira Mendes despencou com cadeira e tudo, durante a última sessão da “Caixinha de Surpresas”. Sob o lamento de “Óh, patrão”, o seu assessor o levantou às pressas do chão e, em seguida, o parlamentar retomou o raciocínio para sua fala. Com dores no joelho, o vereador disse que o seu tombo foi culpa da maçonaria, mas ele sabe que o excesso de banha o salvou.

TV Câmara
A preocupação com o tombo do vereador foi tamanha que a equipe da TV Câmara fez de tudo para que a vergonha não fosse transmitida ao vivo.
O secretário Thiago “Mestre” Pettenuci perguntou se as câmeras registraram a queda do trapalhão, mas a funcionária respondeu que o “corte foi rápido”. Quem assistia em casa, porém, viu e riu.

Ex-futuro prefeito
Com as mãos trêmulas, o maçon Ricardo “Tamoyo” Raymundo votou contra o projeto de iniciativa popular. Enquanto o vereador justificava o seu voto, aos fundos um “irmão” dizia: “Não esquece que você será candidato a prefeito!”.

‘Velho Chico’
Uma assessora não conseguiu entender o motivo de tanta pressa para o início da votação do projeto popular na noite de segunda passada, na “Caixinha de Surpresas”. “Eles nunca vieram à Câmara? Não sabem que demora mesmo? Acho que eles querem é assistir o ‘Velho Chico’. Só pode”.

Confiança
O confiante vereador José Maria “Siricutico” de Oliveira não se importou com a redução no número de vereadores. Ele foi contrário ao projeto que solicitava a redução para 9 vereadores, mas afirmou que, se na próxima eleição fossem eleitos apenas três vereadores, ele seria eleito. Será?

Lado bom
Um arquiteto famoso da cidade que filmava da galeria cada detalhe da sessão de segunda na Câmara, lamentou a rejeição do projeto. “Pelo menos deu pra gente se divertir um pouco”, concluiu.

Sem importância
Um certo vereador não se importou com o que pensava a maçonaria. O parlamentar disse que a sua base eleitoral não é composta por maçons. Ele afirmou que os crentes não gostam de maçons, os católicos também não e o povo não sabe e nem está interessado na maçonaria.

Perguntas que esperam respostas
- Qual secretário municipal reside em Osvaldo Cruz?
- Qual a utilidade do semáforo da Tapuias com Caingangs?
- Será que agora baixa o subsídio dos vereadores ou sobe?
- Como o PSDB local está junto ao comando estadual?
- Por que até agora os tucanos locais não tiveram nenhum apoio do governo estadual?
- Qual candidato a vereador terá a maior votação em outubro?

Frase da Semana
“Aqui a gente não vota com a faca no pescoço”.
(Um vereador sobre a pressão dos maçons
na Câmara, segunda passada)



Garoto de 9 anos é morto pelo irmão em Lins
O jovem alega ter ouvido vozes que ordenavam o assassinato da criança

          Um adolescente de 14 anos foi apreendido após confessar ter estrangulado e matado o próprio irmão, um garoto de apenas 9 anos, na madrugada de sábado (25). O jovem alega ter cometido o crime bárbaro depois de ouvir vozes que ordenavam o assassinato da criança. Os nomes dos envolvidos foram preservados em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
O homicídio foi registrado na madrugada de sábado, em Lins, na residência da família, no Bairro São João. Um primo da vítima, de 15 anos, também está custodiado. Segundo depoimento do autor do crime, o parente presenciou o assassinato.

“Ele diz que chamou esse primo, mas que ele não participou do homicídio. O primo, contudo, nega esta versão. Mas todas as informações estão sendo verificadas”, revela o delegado Seccional de Lins, Wellington Martinez Hernandes.

A criança foi morta por volta das 2h, enquanto dormia na sala da casa. O crime, contudo, só foi percebido pela manhã, quando o garoto, já sem vida, foi encontrado pela mãe no sofá. De acordo com Hernandes, o pescoço do menino apresentava marcas de esganadura com o uso das mãos e outros sinais que foram analisados pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML), que ainda não divulgou o laudo necroscópico.

Foram realizadas diligências e cerca de seis pessoas já foram ouvidas ao longo do dia. As investigações continuam. Segundo a família, o adolescente relatava ouvir vozes e ver vultos já há algum tempo. As condições mentais do jovem, no entanto, ainda terão de ser avaliadas.



Ladrão leva bolsa com R$ 1.200 em Tupã

          Uma comerciante de 63 anos, A.C.P., teve a bolsa com documentos, talão de cheque empresarial, um cartão do Banco do Brasil, dois cartões da Caixa Econômica Federal, um cartão de crédito da Visão Cred, um estojo de maquiagem, uma lente de contato, dois óculos de sol, documentos pessoais e R$ 1.200,00 em dinheiro furtada sábado no começo da noite por uma pessoa desconhecida na Rua Liberdade, Vila Formosa, em Tupã.
A guarnição se deslocou até o local onde a vítima disse aos policiais ser proprietária de um estabelecimento comercial e que teve a bolsa furtada do interior do estabelecimento por pessoa desconhecida. A ocorrência foi apresentada à Central de Polícia Judiciária (CPJ) e o caso será investigado pela Polícia Civil.


sobe.gif (937 bytes)


| Home | Economia | Geral | Sociedade | Policial | Esportes | Política | Variedades |Expediente |E-mail

Hosted by UNISITE - Todos os direitos Reservados